NCT U retornou, mas o que importa é que o fandom sem nome tem novas pérolas pra dividir conosco. <3

Vocês lembram que a SM nos prometeu que NCT representaria O FUTURO DA MÚSICA, numa apresentação que só perdeu em megalomania pra Era Artpop da Lady Gaga? Não lembram? Não julgo. Afinal, o resultado dessa coisa futurista e tecnológica foi basicamente esse:

…visto que todas as promessas da festa de lançamento caíram por terra e o grupo simplesmente não teve grande impacto cultural no mainstream coreano (venda de álbuns é outra coisa, já que fandom de empresa tá sempre aí pra isso). Unit japonesa? Unit chinesa? Unit latina? Unit no Cazaquistão? Esqueçam. Ficamos só com a unit fodona, unit aegyo e…. bem, o NCT U, que basicamente divide o conceito do NCT 127 porque aparentemente boyband não tem muitas opções hoje em dia:

Continuar lendo “NCT U retornou, mas o que importa é que o fandom sem nome tem novas pérolas pra dividir conosco. <3”

Anúncios

BoA finaliza sua maratona de lançamentos com chave de ouro graças a One Shot Two Shot

Após um 2017 que só não foi mais parado que o da carreira americana de CL, BoA trocou de marcha e veio com tudo nesse 2018 inundando tanto a Coreia quanto o Japão com singles e clipes. O retorno dessa empreitada não está sendo tão frutífero quanto BoA provavelmente esperava, com seu novo LP japonês estreando em 13° lugar na ORICON com icônicas SEIS MIL CÓPIAS VENDIDAS. Enquanto isso, Nega Dola, o pré-lançamento de seu EP coreano, não passou de 70° lugar nos rankings coreanos. Tenso. E o pior que a qualidade de tudo nessa empreitada também deixou a desejar. Ao menos até aqui. Porque BoA resolveu fechar esse bimestre agitado com chave de ouro:

Continuar lendo “BoA finaliza sua maratona de lançamentos com chave de ouro graças a One Shot Two Shot”

[CHARTS MUNDIAIS – 6° SEMANA DE 2018] TWICE, Mr. Children, iKON e mais!!

Outra semana se passou, então chegou a hora de analisarmos o que o mundo coroou como as mais populares da semana no Japão, Coreia, EUA, UK, Brasil e um território aleatório escolhido a esmo. Semana passada vimos STU48, EXILE, iKON, Drake, Anira e Daddy Yankee chegando ao topo.

Num embate dramático, a nova do iKON foi considerada a melhor da semana pra vocês, derrotando Anitta por apenas um voto. Já eu caguei pra ambas as faixas e preferi a farofa do EXILE mesmo. E agora, o que nos reserva a 6° semana de 2018? A começar pela ORICON física, com TWICE massacrando as vendas de todos os seus concorrentes:

[19/02 – ORICON (FÍSICO)] TWICE – CANDY POP

Continuar lendo “[CHARTS MUNDIAIS – 6° SEMANA DE 2018] TWICE, Mr. Children, iKON e mais!!”

ALBUM REVIEW: BoA – Watashi Kono Mama de Ii no Kana

BoA esse ano comemora 18 anos de carreira, e pra celebrar ela está lançando álbuns simultâneos na Coreia e no Japão (ué, e o álbum pra comemorar a carreira americana??? poxa……). O álbum coreano sai dia 28, mas o japonês já está entre nós desde o dia 14, o primeiro dela por lá em quatro anos. Minhas expectativas pro álbum eram nulas, mas o single promocional Jazzclub me deixou um pouco mais empolgado. Porém, um ciclo promocional tão longo quanto esses quatro anos sempre é um mau sinal pra qualquer álbum. Será que vai rolar isso também nesse Watashi Kono Mama De Ii No Kana? Vejamos se esse será o caso.

Continuar lendo “ALBUM REVIEW: BoA – Watashi Kono Mama de Ii no Kana”

E-GIRLS estão absolutamente perdidas em seu novo single bipolar, “Pain Pain”

E-GIRLS não tem andado bem das pernas desde que a EXILE TRIBE resolveu chutar metade das integrantes com o intuito de deixar o line-up mais enxuto. Eu honestamente não lembro de nenhum dos singles que elas lançaram pós-Pink Champagne, e isso que eu ouvi todos. Mas cá estou eu, ainda ouvindo o que quer que elas lancem na esperança de melhoras. Será que elas melhoraram pro segundo single do grupo em 2018? (sim, segundo já)

Continuar lendo “E-GIRLS estão absolutamente perdidas em seu novo single bipolar, “Pain Pain””

Fairies vira o Supermonkey’s da década de 10 atualizando eurobeat mofado em “Hey Hey ~Light Me Up~”

Fairies não é daqueles girlgroups japoneses que eu acompanho religiosamente e eu honestamente não sei bem por quê, já que elas de fato tem coisa legal no catálogo, diferentemente de muita bomba no mar de idols japoneses. Meu distanciamento talvez se dê ao fato delas terem começado muito novas e, por mais que coisas como More Kiss e Sparkle sejam legais e surpreendentemente pouco esganiçadas, ver menininhas de 13 anos felizes e sorridentes NÃO É algo que me interessa (mesmo sentimento com Tokyo Girls’ Style). Mas agora que sete anos (!!!) se passaram desde o debut das fadas e todas são maiores de idade, eu já não me sinto um wota nojento e posso checar os singles delas sem medo do que a polícia federal vai pensar olhando meu histórico de navegador. E olha, que hora acertada pra fazer isso:

Continuar lendo “Fairies vira o Supermonkey’s da década de 10 atualizando eurobeat mofado em “Hey Hey ~Light Me Up~””