Oricon revela os charts parciais do primeiro semestre. It’s a glorious mess.

963-a

Prestar atenção em chart japonês pra ver se descobrimos algum ato novo e refrescante com o single do momento é querer se foder, yall. Afinal, a indústria japonesa triunfa no mais do mesmo, e você dificilmente verá um newcomer conseguir um smash hit no seu debut ou coisa parecida. Pra chegar ao topo lá, você precisa ter pelo menos uns cinco anos de carreira (e dar um jeito das datas de lançamento de suas merdas não coincidirem com as de AKB48, claro). E é aí que acabamos com charts feito esses aqui:

[2014 TOP10 SINGLES]

01. “Labrador Retriever” – AKB48 : (1,764,489)
02. “Maeshika Mukanee” – AKB48 : (1,151,372)
03. “Suzukake no Ki no Michi de ‘Kimi no Hohoemi wo Yume ni Miru’ to Itteshimattara Bokutachi no Kankei wa Dou Kawatteshimaunoka, Bokunari ni Nannichi ka Kangaeta Ue deno Yaya Kihazukashii Ketsuron no youna Mono” – AKB48 : (1,086,491)
04. “Bittersweet” – Arashi : (591,130)
05. “GUTS!” – Arashi : (582,995)
06. “Kizuitara Kataomoi” – Nogizaka46 : (538,090)
07. “Mirai towa?” – SKE48 : (502,835)
08. “Dare mo Shiranai” – Arashi : (497,374)
09. “Takane no Ringo” – NMB48 : (443,069)
10. “King of Otoko!” – Kanjani8 : (388,826)

Basicamente, temos apenas AKB48, seus spin-offs e Arashi, nada mais. Até mesmo aquele single for the lolz com 69 palavras no título AKB conseguiu fazer vender mais de 1 milhão de cópias, pra vocês verem. Agora, o chart de álbuns do ano até aqui:

[2014 TOP10 ALBUNS]

01. “Tsugi no Ashiato” – AKB48 : (1,036,751)
02. “Anna to Yuki no Joou (Frozen) Original Sound Track” – Various Artists : (754,407)
03. “HUMAN” – Fukuyama Masaharu : (329,285)
04. “THE BEST / BLUE IMPACT” – Sandaime J Soul Brothers from EXILE TRIBE : (323,798)
05. “Ballada” – Amuro Namie : (321,000)
06. “HIT! HIT! HIT!” – Kis-My-Ft2 : (277,330)
07. “TREE” – Tohoshinki (TVXQ): (263,080)
08. “RAY” – BUMP OF CHICKEN : (259,141)
09. “Music” – EXILE ATSUSHI : (253,366)
10. “Shinsekai” – Yuzu : (218,707)

Não se surpreendam com a trilha sonora de Frozen vendendo quase 1 milhão de cópias no Japão, porque por lá eles amam essas merdas de coletâneas e soundtracks, ok? Honestamente, pra quem conhece um pouco sobre a ORICON, não há absolutamente nada pra se surpreender aqui. Alguns membros do EXILE, alguns poucos hipsters e o que sobrou da hallyu no Japão (SNSD perdeu top10 por bem pouco, sendo honesto).

Pra mim, o mais irônico de tudo isso é saber que esses números não significam absolutamente nada, já que não dá pra se ter uma ideia de quais atos são realmente populares no Japão quando temos AKB e derivados lançando seis versões diferentes de cada single pra inflar suas vendas. Isso sem contar os fãs comprando todo single em quantidades absurdas pra colecionar cards e etc (o álbum de figurinhas da copa could never). Então saber quem de fato tem a música do momento no Japão se torna tremendamente inviável. Fazer o quê, né?

PS.: Voltamos a nossa programação normal a partir de hoje, povo. Preparem-se para mais atualizações a partir de agora. *O*

4 comentários em “Oricon revela os charts parciais do primeiro semestre. It’s a glorious mess.

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s