Várias girlbands do terceiro escalão retornam. Algumas surpreendem.

Com o naufrágio do SeWol atrasando diversos comebacks, já era imaginado que junho e julho seriam extra recheados de coisa, mas essa semana deve bater algum tipo de recorde, viu. Todo dia o tudocapope noticia o retorno ou o debut de alguém, então é compreensível se perder no meio de aleatórias que ninguém nunca ouviu falar. Alguns dos avulsos dignos de nota vem a seguir. \o\

[FIESTAR – ONE MORE]

FIESTAR sempre me incomodou por conta do nome estúpido pra caralho. É evidente que isso era pra ser “fiesta”, em espanhol. O hangeul mesmo comprova isso. Mas na hora da romanização de volta pro inglês algum infeliz enfiou um “R” sabe-se lá por quê. Numerologia? Pura estupidez? Quem sabe.

Rant sobre o nome a parte, “One More” é catchy pra caralho (os “hana nana hana deo” que permeiam toda a música grudam que é uma beleza), mas é evidente que FIESTAR é só mais um na onda do sexy concept retrô que dominou o começo do ano. Não existem muitas diferenças entre isso e, digamos, Cha Cha de Rainbow Blaxx. Mesmo estilo de música/execução. Mas isso funciona, não é mesmo? E ainda não cansou, feito Brave Brothers, então you go, girls.

[SCARLET – HIP SONG]

Ok, isso aqui me chocou. Isso parece uma música de três anos atrás de LMFAO regravada por meninas bonitinhas (mas com IMC15), portanto, tem tudo para ser uma bosta tenebrosa. Mas sei lá, eu curti o MV por motivos de: ao menos ele não foi gravado em uma caixa, mas sim em Palau/Vanuatu/Filipinas/seu-arquipélago-aqui.

Isso e a líder é realmente bonitinha e me fez perdoar até o dubstep nesse negócio. Como um plus ainda temos o povão putíssimo pelas gatinhas terem rebolado com closes em seus cus, com duas reclamações bem distintas: a) elas são prostitutas vendidas por se exporem; b) elas são ridículas por terem closes em suas bundas sendo que nem tem bundakkkkkkkk.

WHATEVS, HATERS.

Já decidi que virarei stan da bonitinha do meio, então se vocês quiserem reclamar de SCARLET por usarem o cu concept, façam isso em outro lugar, abs.

[TINY-G – ICE BABY]

Eu preferia essa música quando TãoVocê do SISTAR a cantou com Junggigo, mas cada um cada um, claro. =) Única saving grace disso é a rapper mesmo, que tem swagger o suficiente pra fazer você acreditar que ela de fato curte mandar uns raps e não foi designada pela gravadora pra fazer isso só por ter a pele mais morena que as outras.

Mas ainda assim. Isso é uma girlband que tem como gimmick o fato de todas serem baixinhas. Sério, quão longe um negócio desse consegue ir? Um gimmick só consegue te levar até certo ponto, e se elas acham que o tapete-de-ovo-frito-concept irá salvá-las, é melhor repensarem seu lugar no mercado.

No geral, pra mim, ficamos assim: ❤ SCARLETT ❤ >>>> FESTA >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> TINY-G. Mas isso porque eu não estou considerando MAMAMOO no balaio, já que o comeback delas foi semana passada. Porque se eu contasse, elas iriam ceifar todo mundo.

Anúncios

11 comentários em “Várias girlbands do terceiro escalão retornam. Algumas surpreendem.

  1. O ponto alto de One more é a coitada tentando estourar a bolha de chiclete e não conseguindo. Essa daí merece até um abraço de consolo, coitada.

    A M E I Scarlet. Que bagunça, minha gente. Esse lipsync horrível, essa música tenebrosa (mas que eu super amei por ser isso mesmo). Só falta bater os peitos no chão no próximo clipe e será minha substituta KR pro ❤ gatíssimo ❤ trio SEREBRO. Keep your eyes on the prize, gals.

  2. Dessas a única que não gostei foi Tiny-G. Elas tinham todo um conceito mais original, e resolveram com essa coisa basiquinha com coreografia idem.

    Fiestar deve ter ganhado porque olha, é uma música que funcionou, tem uma letra ousada (esperando os netizens reclamarem por falar sobre sexo) e elas tão fazendo direito.

    Scarlet eu amo já desde o debut (Do Better grudou na minha cabeça por um bom tempo). Esse novo tá uma maravilha com tanto closes nas bundas pp e essa música (que é remake, btw. A original é de 2003). Pena que trocaram uma membro por essa rapper estranha com cabelo esturricado.

  3. Achei ridículo demais os comentários do youtube no vídeo do Fiestar serem LITERALMENTE só pessoas ou debatendo sobre conceito sexy em MVs de girl groups (boy group pode, né safadas?) ou pessoas chingando elas. Enjoy the music, bitches.
    Amei as músicas e os MVs de Fiestar e de Scarlet, do Tiny-G achei meio sem graça. Amo Scarlet desde o Debut delas, pra mim Do better foi uma das melhores músicas debut que eu já ouvi (o mv tava sofrível, anyways), gostei bastante de Hip Song também, a primeira vez que eu vi o MV morri de raiva por uma das integrantes não ter screentime nenhum, só depois que descobri isso da AROMI ter saído. Ficou meio estranho o MV ter uma integrante que não faz nada (tem várias pessoas reclamando de injustiça e discriminação na distribuição de linhas de música nos comentários do youtube), mas gostei do concept mais ar livre e tropical, pelo menos é algo diferente no meio de tantos clichês no K-pop atualmente.

    1. até eu que tenho pepeca também fiquei admirada com a beleza da guria e questionando. minha. sexualidade, então deixa o bruno ser feliz e questionar a dele tbm (caso seja viado msm) ou só curtir a novinha como lekflwvlw (se for ht).

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s