MINI ALBUM REVIEW: Rainbow – Innocent

Essa review de INNOCENT parece meio fora de hora, mas acontece que ela já estava basicamente pronta antes do monitor-gate da semana passada, então eu resolvi que valia a pena dar os últimos ajustes no post e botá-lo no ar, de tanto que eu gostei do mini. Mas nos próximos dias rolarão reviews de coisa mais recente também, não se preocupem. Só realmente achei que depois desse EP flopar tão pesado no MelOn, ele merecia o spotlight em algum lugar, nem que fosse aqui. Portanto, se você não ouviu INNOCENT inteiro, vai aí minha dica pra hoje.

Eu não sou grande fã de Rainbow de maneira alguma, apesar de gostar de A e Mach. Isso porque pra mim elas sempre foram relegadas ao segundo plano pela DSP, o que sempre me impediu de prestar muita atenção nelas. Afinal, pra que investir tempo e energia stanning por um grupo que não ganha isso nem de sua própria gravadora? Poisé, né. Mas aí elas finalmente tiveram um comeback com Black Swan após dois anos na geladeira, e eu achei tudo sobre ele tão bom que me dei ao trabalho de baixar comprar o EP e fiquei verdadeiramente impressionado por ele. Se você não ouviu, playlist no soundcloud taí pra isso. Review track by track segue abaixo. @_@

 

Bad Man Crying combina estalos, piano e gritaria para um R&B 90s que funciona muito bem. Os versos declamados nonsense (GUILT GUILT CRUEL YOU ME HUSH RUSH) na introdução e no final da faixa dão um tom mais maduro pro que é essencialmente uma balada sobre esquecer um macho possessivo e ruim, que agora está chorando por perder Jaekyung (algo compreensível). O refrão com Jaekyungzão gritando é um dos destaques, mas até o rap de Woori funciona bem aqui.

 

Após Bad Man Crying ter estabelecido o clima do EP, temos Black Swan, o lead single que salvou o capope quinze dias atrás. Facilmente a melhor faixa da discografia delas, Black Swan numa primeira ouvida causa estranhamento por não ter a estrutura óbvia de um lead single (versos – refrão – segundos versos – refrão – breakdown – refrão, agora com gritos), mas a cada nova ouvida ela se torna melhor. Os synths em loop são hipnotizantes, e o tempo desacelerando antes de cada refrão é tremendamente efetivo, pois dá força e impacto para um refrão sutil. Black Swan é por enquanto a. faixa. do. ano. pra mim, então é uma pena saber que o grupo sofreu uma morte horrível não conseguindo nem top50 com essa delícia. Se foder.

Mr. Lee, a faixa n°3, é a grande filler do mini pra mim. Não existem grandes surpresas aqui. Rainbow canta sobre como Mr. Lee é indiferente às investidas delas, o que as frustra muito, pois elas são especiais e merecem ter a piroca dele pra elas. O instrumental é um midtempo meio funk/disco/retrô gostosinho, e enquanto Mr. Lee não muda a face da terra, ela também não chega a ser o tipo de coisa que se pula no shuffle.

Pierrot das faixas em INNOCENT é o que mais se aproxima do som passado de Rainbow. É uma uptempo pesada nos sintetizadores sobre um mano aew que é um palhaço triste feito um Pierrot, e que por ele elas serão um palhaço triste também. Os versos são o grande destaque aqui, agressivos e insinuando que um refrão pancadão perigosíssimo está por vir, o que infelizmente nunca acontece e dá lugar a uma porcaria anêmica de tuturututu. Ainda assim, os versos são tão bons que a faixa acaba sendo um dos destaques do EP de qualquer maneira.

A seguir temos Privacy, que é a mais fraquinha de INNOCENT. Ela e Mr. Lee tem instrumentais bastantes parecidos, e não fosse pela presença de um break em que um mano aparece pra mandar um LET’S GET GOING ON WANNA LOVE de engrish, as duas seriam basicamente a mesma coisa. Ainda bem que temos Pierrot entre as duas pra quebrar o clima, senão seria um pouco demais e acabaria derrubando o mini.

A Little More é o encerramento perfeito para o EP, pois ela é muito parecida com Bad Man Crying, ambas possuem o mesmo clima, então isso acaba dando consistência e uma noção de ciclo se fechando para Innocent, que soa como um álbum e não como um amontoado de faixas desconexas enfiadas uma atrás da outra numa tracklist. A grande diferença entre as duas é que A Little More é mais sacana e trata mais abertamente de uma trepada do que Bad Man Crying. Os vocais suspirados com os trovões no instrumental fazem dessa a fuck track para 2015. ❤

No geral, INNOCENT é um EP enxuto, coeso e que trouxe uma nova sonoridade para o grupo, mas uma que funcionou. O tom dark convence e parece uma evolução natural para Rainbow ao invés de apenas mais um concept inventado de última hora (e não se enganem, óbvio que se trata disso mesmo). A transformação convence e é isso o que importa no fim das contas. Uma pena que o single tenha afundado pesado na MelOn, já estando fora do top100 apenas duas semanas depois do lançamento. Elas já até mesmo anunciaram que estão fora dos Music Bank e dos Inkigayo da vida, basicamente matando a divulgação do EP duas semanas depois do lançamento dele. Ouso até dizer que Black Swan é a swan song do grupo, porque se a DSP demorou dois anos pra dar um comeback pra elas só pro ápice da música ser n°45 na GaOn, algo me diz que acabou pra elas. E a culpa é toda da DSP, que não sabe gerir nenhum grupo tirando KARA, aparentemente. Ao menos Rainbow morre com um lançamento excelente. Que elas descansem em paz.

DESTAQUES: Bad Man Crying, Black Swan, Pierrot e A Little More.

MEIA BOCA: A gestão de Rainbow por parte da DSP, que absolutamente matou o grupo.

Anúncios

36 comentários em “MINI ALBUM REVIEW: Rainbow – Innocent

  1. Lembro do debut delas com aquela faixa horrível Gossip Girl, depois nunca mais prestei atenção nelas. É uma pena que o futuro delas pareça um tanto quanto conturbado pois eu realmente gostei desse mini.

  2. Se não for pedir demais, quero um review digno do incrível Day&Night do KARA com muitos gifs da YoungJi, porque acho que ele é de longe o melhor EP que elas já lançaram nesse tempão todo de carreira (Mesmo sendo o segundo MENOS vendido, só perdendo pra Rock U…é, pois é).

  3. Realmente uma pena não ter funcionado pros coreanos como funcionou pra mim porque eu achei esse mini maravilhoso.

    Depois de assistir o mv (que foi o primeiro delas que eu assisti) eu fui ouvir o mini e já me deparei com a minha música favorita do ano até agora logo na primeira faixa ❤

    E eu gosto bastante de Mr. Lee huahuahua

  4. Ainda estou perplexo demais aqui produção
    adicionam um membro de 16 anos pra lançar uma música mais adulta do que qualquer lançamento de SNSD

    1. Ficou maravilhoso mesmo gent, que isso.
      Não só a maturidade: produção e MV muito superiores aos que a SM costuma fazer. Ainda estou perplexa com a edição e conceito desse MV.
      SNSD AND FX COULD NEVER.
      O melhor é os farofero, ahem, capopero que não vive sem uma fafora, dizendo que é entediante.
      E não sei que bosta que tem em Happiness que esse povo acha tão insuperável assim, pra mim é a piorzinha delas, contando que até agora elas só têm três músicas lançadas, mas enfim

      ~ESPERANDO O DEBOCHE~
      ~E O CHORO DO FANDOM SEM NOME~

    2. Nossa, essa porcaria está gloriosa.

      Fico feliz de elas terem evoluído o concept de Be Natural ao invés de Happiness. Tá tão bem feito, tão americanizado e musicalmente agradável, ainda assim sem parecer gritante ou ofensivo (coisa que a SM sempre dá um jeito de fazer).

      De verdade, estão de parabéns. Isso está ótimo. O fato de tudo estar com qualidade cinematográfica, sendo introspectivo (e, de alguma forma, sensual (não sexy, sensual)) nem faz parecer que elas um dia tentaram com o cheerleader na amazônia concept.

      • • • não que venha ao caso: é impressão minha ou a Joy passou quase que despercebida na música? Fiquei esperando ela esganar a música com sua voz de guardanapo (que funciona, apesar de tudo), e só ouvi um miadinho. Uma linha só • • •

      1. Pra mim parece uma versão evoluida de Be Natural, sei lá. E pelo que eu entendi ainda vai ter o MV da tal Ice Cream Cake, né? (Mas claro que, se tiver, vai ser um conceito totalmente diferente desse de Automatic, e por fim, totalmente diferente do conceito final do álbum :v )

    3. o melhor de tudo isso é ver os comentários e um post aleátorio só falam das rainhas ❤
      ISSO AI É LEAD SINGLE AMORES E N IRÁ SER LANÇADA
      SEMANA QUE VEM TEREMOS O HINO ATEMPORAL COM BASE FOLCLÓRICA
      red velvet rainhas que trazem o conceito RED adulto com r&b
      e o conceito VELVET fofas dissimuladas correndo atrás de um sugar daddy para quando a sm resolver não apoia-las e vindo com uma lawsuit por trás ❤ ❤ ❤

    4. As NAMELESS já tão com os grandes lábios em chamas no allkpop, no omona e nos próprios comments dessa ❤ masterpiece <3, obviamente fazendo pouco do comeback elevadíssimo, enquanto sonham com o dia que Obesulli estará de volta à Flop(x), cabelos tom de água de salsicha, para tentar emular algo sequer semelhante a essa maravilhosidade toda…

  5. de longe é o melhor EP delas,é realmente uma pena que elas não tenham a devida atenção não só do publico quanto da empresa,mas ainda acho que não ira rolar a disband… já são 5 anos de flop e a DPS não deu nem sinal disso ainda.Elas são o U-kiss feminino,se eles ganharam a primeira vitoria só em 7 anos eu ainda tenho esperança para elas,o problema que o comeback só sai em época que tem gente forte no mercado,assim fica realmente impossível tentar ganhar algo ou ser notado,tudo devido a má administração da DPS na vdd nem o Kara eles conseguem cuidar,acho que o fato da fama do japão ser pura sorte já que agora Kara não é nem metade do que já foi,esse ultimo EP deve realmente bastante investimento mas acho que a disband só rola no próximo full album.

  6. Cara, eu nem ouvi as outras músicas do álbum pq eu gostei tanto de Black Swan que estou com medo de me decepcionar.

    Eu que já falaram aí em cima, mas eu estou AMANDO RED VELVET. ❤ ❤ ❤ ❤ Eu não me importo com grupos da SM pq acho essa empresa uma bosta, assim como seus grupos (tira F(x) dessa), mas Red Velvet está tão ❤

    p.s. ~semente da treta~ impressão minha ou ultimamente eu estou vendo umas cópias do Bruno nos comentários desse blog? Os mesmos bordões, expressões, boatos que tem gente que até está copiando certas caracteristicas do Bruno e usando de forma forçada em textos de blogs pessoais ~/semente da treta~

    1. SIMMMMMM uso mesmo pq os bordões do Bruno são vida, qualquer coisa ele me processa e eu pago (tanto faz se foi pra mim ou não isso, já me entreguei logo antes que o processo venha xD)

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s