“A Bad Thing” das Purfles não é uma coisa ruim, mas também não é tão boa assim.

Ano passado eu havia elegido Purfles como uma das quatro melhores girlbands rookies coreanas de 2014, ao lado de Red Velvet, Minx e Mamamoo. Isso porque a 1,2,3 delas havia sido um k-pop de raiz muito bem feito. Mas como sempre ocorre com nugus, eu já estava no aguardo delas desaparecerem completamente… ou voltarem dois anos depois com um line-up totalmente diferente. Pra minha surpresa, elas voltaram nesse 2015 com o mesmo line-up e o mesmo tom dark/maduro do debut, mas a música infelizmente não traz a mesma magia da original:

“A Bad Thing” é uma midtempo sensual sólida e com um clipe variado o suficiente pra prender seu interesse do começo ao fim, com momentos de puro lirismo feito a hora em que as três emulam os tapinhas vaginais de Rihanna de maneira sincronizada:

Stellar could never

Ou a hora em que a unnie menos plastificada das três prova que é rica e tem celular a prova d’água (enquanto você não), o afundando na banheira gratuitamente só pra esfregar seu poder de compra em nossas faces:

 

Tudo legal, tudo lindo, mas meio abaixo das expectativas pra ser honesto. Quando você debuta sendo rainha do pop com algo feito 1,2,3 e depois retorna com uma faixa competente, mas sem diferencial, fica difícil não achar o comeback sem graça. Situação parecida com os comebacks recentes de Minx e Mamamoo, ambos competentes, mas abaixo das expectativas (tá, o de Minx foi uma bosta mesmo, mas vocês entenderam a ideia).

Dani Albuquerque bias

Mas pelo menos o line-up e o tom do grupo continuaram o mesmo, então é seguro dizer que podemos esperar coisas maiores e melhores das três no futuro? Tomara. D:

Anúncios

24 comentários em ““A Bad Thing” das Purfles não é uma coisa ruim, mas também não é tão boa assim.

  1. Eu gostei da música e do MV, mas não tem como não comparar com 1,2,3 e dizer que o nível continua o mesmo… Felizmente achei que estamos no lucro porque sendo bem sincero: não esperava que elas fossem conseguir renda suficiente para um comeback, então agora é rezar para elas economizarem pra conseguir lançar ao menos um mini futuramente :v

  2. Achei tudo muito esquecível. Com Badkiz plagiando LMFAO, Unicorn plagiando Lil’ Mama e Playback (a.k.a Woolim & Back-Ups) chamando Eric Nam para um reforço, eu esperava que as Purfles ao menos apelassem um pouquinho mais no MV, até porque aquela apresentação ao vivo com as algemas prometia. Se era para se inspirar em Stellar, custava trazer para a gente o fio dental que elas se recusaram a usar???

  3. continuo não reconhecendo ninguém……
    e quanto a conceito sexy, todo jah sabe a minha opinião, então não vou ficar me estendendo….
    a música eh passável, não chega a ser ruim, mas tbm não vai mudar minha vida….

  4. Vai rolar review de Dance x3 das E-Garotas? Achei bem urban, can’t be tamed inspired.
    A-line roubando todos os closes e linhas de suas favoritas, amo.

  5. HyunA lançou a versão 19+ de seu single genérico!

    E momento épico: Hani, Yura e Rafinha Justus homenageiam o fim de Brown Eyed Girls:

    (E sim, eu sei que vocês vão postar esses vídeos aqui de novo porque ninguém mais lê meus comentários 😥 )

  6. Bem longe de ser 1.2.3 mas não paro de ouvir desde a fancam. Dos comeback nugu pra mim foram as melhores, mesmo eu detestando música lenta. A gente tem que aproveitar enquanto não somem de vez AUEHEAUHEA

  7. Nem conhecia essas meninas. Mas fui lá ver o clipe do 1,2,3 pq fiquei curiosa, e realmente é dificil comparar com 1 2 3. Mas esse ano no geral eu já escutei tanta musica chata tanto dos grupos fodões quanto dos nugus q pra mim nem é surpresa. Eu n sei se 2015 ainda vai ter algo que me surpreenda…

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s