EXID evita a reciclagem em seu ótimo novo single, Hot Pink.

Daí que EXID resolveu ter um segundo comeback nesse 2015, e nada mais lógico para um grupo que está subindo de escalão em escalão a cada novo lançamento, não é mesmo? Meu único medo era que a faixa acabasse sendo UP&DOWN 3.0 (ou, mais apropriadamente, UP&DOWN 69.0, considerando todas as cópias de UP&DOWN que as girlbands de quinto escalão e mais baixo que isso vieram lançando esse ano). Felizmente, não foi esse o caso, e acabamos de ganhar ainda mais uma boa faixa vinda de girlbands coreanas nesse ano. DOIS MIL E QUINZE RAINHA, OUTROS ANOS NADINHA.

A backtrack disso é excelente, sério. Os scratching de vinil, os saxofones, os triângulos e tambores… é como se James Brown e Missy Elliott tivessem tido um filho e o nome da criança fosse Hot Pink. O instrumental mistura funk e hip hop do fim dos anos 90/começo dos 2ooo sem problemas e sem parecer remendado, com toda a argamassa e refinamento que só produções modernas conseguem ter passada por cima de tudo.

Enquanto isso, todas cumprem seus papeis de sempre, tipo LE mandando uns raps de duplo sentido com sua voz icônica e Hani continuando a marcar seu território como rainha das fancams da nação (Bambino could never).

Essa repetição de papeis (o esperado em qualquer grupo, obviamente) é basicamente o único ponto em que as comparações entre Hot Pink e Ah Yeah / Up & Down se seguram, já que o pré-refrão é o mesmo de sempre, com as mesmas duas gatas gritando ainda por cima. A sonoridade e o delivery são bem parecidos, mas esse é o único ponto de óbvio encontro entre as duas faixas.

Minha única crítica fica pro refrão mesmo. Ele está bom, mas achei que poderia ser mais forte e empolgante (digo o mesmo pra coreografia, bem sem inspiração), mas fora isso, não tenho do que reclamar. Nem os segundos versos serem basicamente uma balada me incomodou, porque quem produziu isso conseguiu fazer a transição da baladinha cantada pela delícia-sem-voz e o segundo rap de LE sem problemas.

Pra fechar, o vocal masculino proeminente deixou a faixa mais dinâmica e criou um bom contraste entre os manos e elas, uma boa ideia e que mais gente poderia usar (tirando nas intros do Brave Brothers, basicamente mais ninguém faz coisa parecida). Isso e o clipe foi vibrante e a faixa enxuta, eu honestamente não tenho do que reclamar. EXID poderia ter reciclado UP&DOWN de novo que não pegaria nada pra elas e a faixa venderia igual, mas o grupo foi além, então ponto pra elas. @_@

Anúncios

80 comentários em “EXID evita a reciclagem em seu ótimo novo single, Hot Pink.

  1. Na primeira ouvida, pensei: “que música esquizofrênica, meu Jesus Cristo. Odiei. Nunca mais vou ouvir essa merda.” Quinze minutos depois estava comprando o single no k2nblog com o “Hot Pink Hot Pink” se repetindo na minha cabeça sem parar junto com a parte dos manos (adorei a parte dos manos desde a primeira ouvida, aliás). Mas ainda não sei se vale o adjetivo “ótimo” pra ela em minha humilde opinião.

    E é mais ou menos isso o que você disse pelo post, as pessoas acham todos os singles delas parecidos porque basicamente todos tem exatamente a mesma construção:
    – LE mandando um rap no começo e perto do fim e algumas frases soltas ao longo da música
    – A da voz horrível cantando 30 segundos um verso sem ligação com nada
    – A com cara de batata cantando a primeira parte do refrão ou o pré-refrão
    – A main vocal cantando a segunda parte do refrão ou o refrão e gritando perto do fim
    – A Hani ficando com todo o resto enquanto faz cara de retardada sensual achando que é Miley Cyrus botando a língua pra fora a cada segundo

  2. Concordo totalmente em relação ao refrão. Inicialmente eu senti a falta de uma explosão, mas depois de tanto ouvir a música, essa explosão nem fez tanta falta assim.
    Mas a coreografia ainda me deixa meio frustrado. Tudo funciona muito bem, e encaixa no ritmo da música: Hani sensualizando pros mano, os braços cruzados no “push push, work it out”, a parte da Solji, e o que pra mim foi o ponto alto, as palminhas na parte da Hyelin. Mas aí vem o refrão, e faz… aquilo. Tudo bem, é marcante, pega fácil, mas não é de perto tão divertido quanto Ah Yeah e Up&Down.

      1. ps.: achei o vídeo do cara no yt (já que a senhora vem aqui insinuar plágio e nem cola links), e é óbvio que essa pessoa entende muito mais de produção musical e música no geral do que eu. Agora, qualquer pessoa que entenda o mínimo de gêneros e estruturas faria os mesmos comentários que ele (e eu) fizemos, logo: seje menas, assim não dá pra te defender, acabou jessica etc

        1. Gente… era só uma brincadeirinha. Eu sei que era óbvio que não era plágio, migo.

          Eu sei que você pesquisa/entende do que fala. Digo isso porque foi com suas postage que passei a entender mais dessas poarr – ou seja, ainda nada.

          Só achei graça que foi EXATAMENTE na ordem do que você falou.

          Não sou Jessica, meu nome é Betty.

  3. Até gostei (principalmente por não ser a terceira vinda de UP&DOWN á Terra), mas ainda assim tenho a sensação de que existe alguma coisa faltando (um refrão mais explosivo? Uma coreografia mais elaborada? As duas coisas?). Pra mim não tem replay factor, mas valeu as duas ouvidas.
    Saindo do assunto, mais duas coisas (perguntas, na verdade):
    1. Vai ter post sobre ❤ Lookbook da BoA ❤ ?
    2. Já viu os teaser tracks do Lost das 9MUSES?

  4. Apesar de não ser a explosão que eu esperava com todos aqueles teasers (cada foto e video era um orgasmo meu), o single não me decepcionou. Ainda não é aquilo que se diga MEU DEUS REVOLUCIONOU, mas elas estão crescendo aos poucos, e são espertas em não arriscarem tanto. Não repetiram o Wi Arae concept – ótimo, porque já vimos isso demais – mas ainda não evoluíram o suficiente. Como elas estão começando a se firmar nos escalões mais altos do que era normal pra elas (tipo na era I Feel Good, a música era boa mas elas eram tão nugus que ninguém ligava) uma metamorfose lenta e calculada é um ótimo passo pra elas. A fancam orgásmica da Hani as fez subir na vida, mas elas não podem querer lançar algo que diga “quero chegar na parede inquebrável mas não sei o que estou fazendo pra chegar lá”. Ponto pra elas, minhas bias da vida ♥ Vamos esperar os próximos meses em que elas farão outro comeback (tomara que seja pra um mini ou até mesmo um full album) e veremos se a tática delas dará certo ou não.

    Só a método de conhecimento: Hot Pink debutou no Melon em 4º como o mais baixado do dia. Ah Yeah debutou em 9º. Estão crescendo ou não?

  5. Eu fiquei inspirado com o funky da música que rasguei uma seda fodida pro instrumental logo de cara que nem liguei muito pro resto, até que parei pra analisar o MV direitinho e o que podemos concluir é que o óleo rosa delas é o corrimento da Junghwa já que ela que tá lá no duto condutor do produto, parabains aos envolvidos pela ideia que vendeu PAOKSPOAKS.
    Agora é esperar pra ver o desempenho semanal nos charts -q
    PS: Alguém me explica o mano sentando com a mina dançando e roçando nele no final do MV?

  6. Eu amo exid e gostei da faixa, mas pensei: não vou viciar nisso. Hoje me peguei ouvindo toda vez que desbloqueava o celular e as vezes até repetia. Ela te pega e você nem percebe.

        1. na vdd isso prova a competencia dele né? apink PEDE pra ser ruim, então ele faz as piores musicas de qualquer ano pra elas. em comparação snsd hj em dia n serve nem pra ser as piores do ano

  7. Acho que é a primeira vez que discordo brutalmente da sua opinião…
    Tudo o que não te incomodou na faixa me incomodou muito.Achei as transições da música muito forçadas e como você disse o refrão e coreografias são meio fracos. A única coisa que gostei foi dos manos cantando com elas mesmo.
    Posso até estar viajando mas me pareceu uma faixa desorganizada quando ouvi pela primeira vez. Fico feliz que elas tenham saído da área de conforto delas mas vou ficar esperando pela próxima coisa que elas lançarem mesmo…

    1. eu entendo achar desorganizada (a bridge da música na verdade são os segundos versos, o refrão aparece só duas vezes depois da intro, etc), mas eu achei a coisa toda bem despretensiosa e o clipe ajudou muito, deu liga e coesão pra coisa toda (o que faltou pra Ring My Bell das GsD, por ex, ainda mais bagunçada e com um clipe que não ajudou em nada).

  8. Um querido fã meu que você conhece disse que a música é sim uma reciclagem só que melhor disfarçado, a estrutura é a mesma e o estilo também (título da música falado + versos tipo rap + refrão melodioso). Eu disse que ele estava louco mais aí ele me lembrou que eu sou surda de um ouvido e eu confiei nele de que é sim reciclagem (apesar de desconfiar que ele também tenha uma certa surdez por ser meu fã).
    Será que o autor desse blog também tá surdo de um ouvido (ou dos dois)?

  9. Ei Bruno, já viu que o CEO da A CUBE deu uma declaração recentemente falando que a empresa tá pensando na possibilidade de um conceito sexy pro A-PINK? Netizenzzzzzzzzz estão todos chorando lágrimas de sangue.

    1. hahahaha, onde fica a histórinha de que elas nunca fariam sexy concept? Que elas não combinavam com isso, que não faziam isso, e blá blá blá… Se for procurar, tem fancam delas em shows fazendo coreografias muito mais sexys do que a de muita gente.
      Mas como bem disse o Bruno, já vai valer pela piada. Os pink pandas (sei lá se é esse mesmo o nome do fandom), devem estar aparando as lágrimas com uma bacia também. Tomara que isso não fique só no papel! XD

  10. Eu achei a musica otima… só demora um pouco para ficar na cabeça, mas fica….

    A respeito daquelas linhas com o “cara” falando, tem uma musica de debut de um grupo nugu (beeeeeeeeeeem nugu) que tem a mesma coisa kkkkkkk

    YeA – UP AND DOWN (E saiu dias antes que o Wi are do EXID -q)

  11. A música é legal, só não tem muito replay factor pra mim. Ouvi duas vezes, e ainda nem me deu vontade de fazer o download ilegal. O instrumental é ótimo mesmo, mas não gostei muito dos versos em si. Sei lá, talvez eu vicie depois de mais algumas ouvidas. Não sei. A coreografia tá uma droga mesmo, e alguns modelitos que elas usaram no MV estavam difíceis de engolir também.
    Bem, acho que esse é o fim de 2015 no que diz respeito a Girlgroups relevantes.

  12. “[…] o vocal masculino proeminente deixou a faixa mais dinâmica e criou um bom contraste entre os manos e elas, uma boa ideia e que mais gente poderia usar (tirando nas intros do Brave Brothers, basicamente mais ninguém faz coisa parecida)”

  13. Talvez pelos “papéis” delas serem os mesmos como você mesmo apontou, na minha primeira ouvida, antes mesmo de ver o MV pensei “aff, tão virando APink e SISTAR”. Mas quando se escuta Up&Down e Ah Yeah! e em seguida Hot Pink as mudanças na sonoridade ficam evidentes – pessoalmente acho que a última é a mais fraca dos três singles, mas gosto da linha que elas estão seguindo, respeitando uma identidade que começou lá no debut, algo cada vez mais raro entre as gurias.

    Já a coreografia… sendo honesta, esse nunca foi o forte de EXID, mas elas sempre conseguiam trazer um único passinho icônico nas outras, dessa vez deixou a desejar mesmo. O teaser com a Hani parecia mais promissor, estava esperando todas elas com as roupas de vinil para serem lindamente gifadas e deixarem mais Tumblr mais delícia. Vou depender dos lives agora.

  14. Eu quando escutei na primeira vez e até agora, ouvir no refrão UP & DOWN Praticamente elas meio que reciclaram a musica, sem que alguns não percebam, meu ponto de vista, é sim uma reciclagem…

      1. Filhote escute UP&DOWN e depois escuta essa musica, eu fiquei comparando as duas musicas, por mais de 2 horas e não vi diferencia, no lugar hot pink cante up&down você vai ver que será exatamente igual…. Cara eu sou uma garota….

        1. Sorry, girl.
          Mas é isso ai. Eu e mais uma galera não vê essa semelhança toda que você conseguiu, porque diferente de Ah Yeah, essa tá diferente. E sim, eu comparei. Os dois refrões são extremamente diferentes.

  15. Migas do Apink cade vcs, pra acabar com essas vacas do exid, essas vulgares, bandidas!! Aegyo forever, Apink vai subir pra parede inquebravel, so falta mais um lançamento venham migas rapido; vamos mostrar pra zinimigas quem manda. 2ne1 vão descer uma posição e as blackjacks irão dar disband primeiro q o grupo. Que a barragem de mariana leve exid, 2ne1 e aoa para o espirito santo.

  16. Eu gostei tbm, achei q a mudança sonora funcionou bem nessa faixa
    Eu sinceramente ainda não as conheço direito, mas já to amando os raps da LE, a Hani…
    E q ótimo não ser uma Up&Down 3.0! Só tem a evoluir

  17. Esse “Pink hot pink hot” do refrão me lembrou muito o “wi arae wi wi arae” de up&down então menos 1 ponto pras EXID,mas da pra ouvir no aleatorio de vez em quando.

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s