KARA: AS DEZ MELHORES MÚSICAS (2007-2016)

Eu não sou religioso, mas acredito que é importante honrarmos nossos mortos. Portanto, chegou a hora de celebrarmos a missa de sétimo dia de KARA, listando as dez melhores músicas lançadas pelo grupo em seus nove anos de vida e três line-ups diferentes. Qual faixa é a melhor de KARA em todos os tempos? Onde estará o seu single favorito na lista? Descubram agora. @_@

MENÇÃO HONROSA: Break It (2007)

[2007.03.29] The First Bloooooming

Olha, eu só estou colocando isso aqui por querer ter todas as formações de KARA representadas no top, mas simplesmente não tive coragem de queimar uma posição no top10 pra isso, daí a criação dessa menção honrosa pro primeiro álbum super esquecível de KARA. Pra ser honesto, a melhor coisa que poderia ter acontecido com o grupo foi a saída de Sung Hee. Ela era de longe a melhor cantora das quatro, então a saída dela forçou a DSP a abandonar o estilo R&B de grupos meia bomba pré-era de ouro do k-pop e apostar em pop de menininha, que qualquer gatinha desafinada consegue fazer de maneira passável (ainda mais com a adição de duas substitutas com menos alcance vocal que Namiesus Amuro). Eu honestamente não consigo pensar numa recalibração de imagem/som tão bem sucedida quanto a que KARA teve (elas nunca teriam o mesmo sucesso comercial/longevidade sem o #revamp), e isso só se fez possível porque tivemos essa Break It e a toscovilhosa If You Wanna pra começo de conversa (ouçam o épico rap de engrish aí no link, sério).

10. Pretty Girl (2008)

[2008.12.04] Pretty Girl

Escolher um dos primeiros trabalhos hiper açucarados e cheios de engrish de KARA5 feito Rock U, Good Day e Same Heart pra essa lista foi incrivelmente difícil, porque a grande maioria dessas músicas é uma bela bosta. KARA havia largado o R&B meia bomba do debut e entrou no que viria a ser o território de Apink, e aí não tinha como defendê-las. Mas mesmo essa fase sendo bizonha e pobre em qualidade, uma faixa entre elas é um trainwreck tão grande que deu a volta e se tornou boa, e essa faixa é Pretty Girl. Os icônicos “if you wanna prettyyyyy” do refrão, a bridge extremamente melódica, o clipe aterrorizante com figurinos que nem 2NE1 se atreveria a usar… tudo funciona incrivelmente bem e cria um pacote clássico de girlband-trash/guilty pleasure da década passada. Felizmente pra elas, o grupo evoluiu a partir daí e não clicou nessa tecla até não dar mais (vide Apink), fazendo coisas maiores e melhores nos anos seguintes. Ah, e nem vamos falar da maquiagem carregada no iluminador que eu simplesmente não consigo acreditar que já foi moda um dia (essas tendências de revista Cláudia/Nova/Marie Claire são de foder, viu).

09. Electric Boy (2012)

[2012.10.17] Electric Boy

As faixas originais de KARA no Japão são bem inferiores em comparação ao material coreano delas (Sweetune’s impact), mas ainda existe alguma coisa aqui e ali que se salva e chega a ser marcante. Dentre elas, Electric Boy é provavelmente a melhor (com Speed Up num segundo lugar apertado e Summer☆gic correndo por fora). KARA se propôs a entregar idol pop japonês e foi lá e fez melhor do que a grande maioria dos próprios grupos japoneses, com uma faixa grudenta, mas que não te irrita. E ainda tivemos vestidos laminados toscos, o que sempre funciona comigo. Só faltou mesmo um color-coding ao invés de simplesmente colocar todas com o mesmo rosa choque ofuscante pra coisa toda ficar ainda mais j-pop (e caso isso tivesse ocorrido a faixa provavelmente subiria umas duas posições nesse top, sou fácil assim). Electric Boy conseguiu um 1° lugar digital e um 2° lugar físico na ORICON, com 75mil cópias vendidas, uma queda considerável do single anterior, e uma que elas nunca chegaram a recuperar. Pena.

08. Damaged Lady (2013)

[2013.09.02] Full Bloom

O último single de KARA5 na Coreia e a última colaboração delas com Sweetune, Damaged Lady fala do amargor sentido após o fim de um relacionamento, portanto a mistura de sintetizadores com riffs de guitarra na backtrack funciona na hora de criar o clima agressivo e melancólico que a temática exige. O clipe com a coreografia do agarra-o-bumbum e o macho concept só ajuda, mas no fim do dia a impressão que se tem é de que o amargor todo não é exatamente direcionado ao interlocutor, mas sim a DSP. Tem um bad blood fodido rolando aqui, e mesmo sendo extremamente profissionais, as cinco acabaram deixando isso transparecer de certa maneira. E Damaged Lady talvez seja até melhor por conta disso, porque os dramas de bastidores definitivamente aumentam o impacto da faixa. Infelizmente só vendeu 400mil cópias e alcançou um 4° lugar na Gaon, uma prova de que o grupo já estava com a imagem desgastada ao fim de 2013.

07. Mamma Mia (2014)

[2014.08.18] DAY & NIGHT

Mamma Mia foi um verdadeiro blindside pra todo mundo e um verdadeiro comeback pra KARA. E quando eu digo comeback, eu não digo no sentido que se tornou rigor na Coreia, eu digo comeback como falamos no ocidente mesmo. Eu tinha certeza que com Nicole e JiYoung saindo e com alguma nugu entrando no lugar delas, KARA estava acabado. Pra piorar, elas ainda deixaram Sweetune de lado pela primeira vez em anos pra trabalhar com Dublé Sidekick, o que pra mim era a prova cabal de que teríamos um sexy concept básico vindo delas e nada mais… E mais uma vez eu tomei no cu, porque Mamma Mia se tornou uma das minhas favoritas delas, YoungJi foi minha ultimate bias de 2014 e Dublé Sidekick manteve o som característico delas ao invés de tentar reinventar a roda, apenas adicionando toques de disco aqui e ali ao invés das influências do metal que o Sweetune adora. Infelizmente a erosão da popularidade delas iniciada em Damaged Lady continuou, com cerca de 300mil cópias digitais vendidas e um mísero 10° lugar na GaOn. Ainda assim, o single fez seu serviço de mostrar que KARA ainda tinha gás por muito mais tempo, o que infelizmente não se tornou realidade já que Hara/Gyuri/Seungyeon optaram pelo disband, MAS ENFIM, bola pra frente.

06. Jumping (2010)

[2010.11.10] Jumping

Jumping costuma ser criminalmente esquecida quando o povo discute as melhores faixas de KARA nos fóruns da vida, e eu até consigo entender o motivo (veio sanduichada entre Mister/Lupin/Step, e ainda tem um MV pobre e sem graça), mas ainda assim acho uma grande injustiça. Jumping consegue o raro feito de soar ótima tanto em japonês quanto em coreano, além de ser um belo meio termo entre o idol pop que elas lançavam no Japão e o synthpop dramático que elas lançavam na Coreia. Jumping ainda bateu um milhão de cópias em ambos os territórios e alcançou um pico de terceiro lugar nos dois países. Nada mal.

05. Pandora (2012)

[2012.08.22] Pandora

Ok, as cinco faixas anteriores eram boas, mas agora que entramos no top5 o nível de qualidade vai subir dramaticamente. Vocês provavelmente já sabiam que Pandora estaria aqui, já que ela foi top3 no meu best of 2012 e eu sempre deixei claro que este era um dos meus singles favoritos de KARA pelo tom épico e dramático típico de Sweetune e que deixava a faixa soando como um boss battle theme de JRPGs pro SNES. Uma pena que a Coreia tenha preferido a R&B version que SISTAR safadamente lançou em 2013, porque Pandora é muito melhor. O single alcançou um segundo lugar na Gaon e vendeu mais de um milhão e meio de cópias (e se você estava curioso, Give It To Me das Xisuta conseguiu primeiro lugar, porque a vida é injusta).

04. Lupin (2010)

[2010.02.17] Lupin

Se Pandora já é um single potente e teatral, Lupin é basicamente Pandora vezes dez. Esse é o segundo maior single de KARA em todos os tempos, tendo conseguido um primeiro lugar na Gaon e vendido quase três milhões de cópias. E isso é completamente entendível quando se ouve Lupin. Poucas coisas no k-pop soam tão épicas e dramáticas quanto isso aqui, a backtrack é incrível e instantaneamente reconhecível (parece o tipo de coisa que apareceria aleatoriamente na trilha sonora de um filme cult e hipster de Tarantino ou Robert Rodriguez). Anos já se passaram desde que eu ouvi Lupin pela primeira vez e eu ainda não consigo superar quão boa a faixa é e quão nonsense é o engrish na letra. Bons tempos.

03. Wanna (2009)

[2009.07.30] Revolution

Porra, que música boa. Um dos grandes clássicos de Sweetune, de KARA, do k-pop e da história. da. música!!! Eu sempre achei curioso como pra esse single elas ainda estão vestindo coisas fofinhas feito as da fase aegyo açucarado do grupo, ao mesmo tempo em que a faixa vai mais fundo e é mais genuinamente “rock” do que 90% do electro-indie que é rotulado como tal hoje em dia. Wanna soa como algo que estaria em casa nas discografias de hair bands dos anos 80, só que com menininhas bonitinhas cantando (Nicole nesse vídeo deveria ser tombada como patrimônio cultural intangível da humanidade, honestamente). E taí um combo que soa bizarro no papel mas que funciona muito, muito bem. Wanna vendeu merecidíssimas duas milhões de cópias na Coreia, e só não ficou em primeiro lugar na Gaon porque ela ainda não existia na época. Wanna costuma ser desconhecida por capopeiros mais novos, e se esse é o seu caso, sane isso imediatamente dando play aí em cima, sério.

02. Step (2011)

[2011.09.06] STEP

STEP provavelmente foi a porta de entrada para a discografia de KARA pra muita gente, pelo seu ano de lançamento (o icônico 2011). E que bela primeira impressão essa foi. Poucas faixas no k-pop conseguem ser tão vibrantes, positivas e grudentas quanto STEP, eu por exemplo honestamente não consigo pulá-la quando ela aparece aleatoriamente no shuffle do meu celular até hoje. Se eu ouvir o primeiro gritinho agudo de Hara na intro da faixa, eu sou necessariamente obrigado a esperar até a bridge épica chegar. STEP era um sério competidor a pegar primeiro lugar nessa lista (como não premiar a coreografia com o microfone de prop?), mas as cores no clipe são um ataque aos olhos tão forte e a dor de cabeça após assisti-lo é tão certeira que isso acabou servindo como fator de desempate e uma outra faixa pegou o primeiro lugar, mesmo com STEP vendendo dois milhões e meio de cópias. É ela…

01. Mister (2009)

[2009.07.30] Revolution

Se STEP serviu de introdução a KARA para os capopeiros de primeira viagem, Mister serviu de introdução ao grupo praqueles que seguem j-pop, e é difícil pensar num grupo idol que tenha tido um single de debut tão marcante em tempos recentes. A coreografia do mexe-o-cu, os suspensórios, o refrão grudento, Hara sendo uma baby Namie… os japoneses não tinham a menor chance, Mister vendeu um milhão de cópias fácil. Mas a dominação não foi só lá. Mister vendeu três milhões de cópias na Coreia e varreu a Ásia inteira com o poder do cu e dos “lalalalalara lalalalalara hey mistaaaah” que não sairão do seu cérebro nunca mais. Mister é o maior e melhor single de KARA até hoje e teve um papel importante na expansão da Hallyu pela Ásia, tudo baseado no carisma da line-up, que mesmo não tendo as melhores cantoras do mundo, funcionavam maravilhosamente bem como time e eram instantaneamente reconhecíveis. Uma pena que teve de acabar, mas antes acabar agora ainda com um pouco de dignidade do que ter uma carreira moribunda feito Jewelry, Sugababes e Morning Musume, né? Tchau, KARA. Foi bom enquanto durou.

Anúncios

259 comentários em “KARA: AS DEZ MELHORES MÚSICAS (2007-2016)

    1. tô realmente chateado, JungAh era minha bias </3 e com isso não sobrou ninguém da primeira geração do afterschool. Daqui uns dias a Uee tbm vaza e elas dão disband de vez. Essa pledis é um lixo mesmo, vsf

      1. Quando a Uee sair, coisa que está próxima, ainda vai ter a Nana, que ainda segura a onda um pouquinho, e quando a Nana sair o grupo morre de vez… atualmente só a Nana e Uee são populares, Lizzy e Raina quanse nunca aparecem mais na tv, e E-Young e Kaeun não são conhecidas…

        1. Eu acho que o After School devia dar disband, o OC continuava como grupo independente, a Uee se mantinha como Atriz e a Pledis colocava E-young e Kaeun na nova girlgroup que ficaria com 9 membros.

          Até porque sem Jungah sem AS

  1. KARA vai fazer falta ): sinceramente dos girlgroups de 2007 elas e Wonder Girls tem as melhores músicas (nem vou comentar o que acho das músicas de SNSD..), pelo menos WG tem esperanças ainda, elas vão lançar outro álbum logo alias (acredito que mini mas ta valendo), tem até rumor de ser duas title, uma banda e outra com dança.

    E Bruno eu sou nova aqui, mas queria saber quando é que você vai falar sobre Popu Lady deusas de Taiwan (porque rainha de Taiwan só Jolin). https://www.youtube.com/watch?v=G6kguuLECZE

  2. E o mini da Crazy Dog.. vale o download?! Alguém poderia fazer essa breve recomendação?! hehe
    Estou adquirindo o Snowflake de Gessica e amigas e queria ver se já aproveito o “frete” hahahaha

  3. Top 10 perfeito! Com certeza eu ficaria na mesma duvida entre o primeiro e segundo lugar! Foi muito bom enquanto durou, mas sinceramente, minha ficha ainda não caiu (ainda não chorei), Kara é meu grupo coreano favorito! Mas ainda bem que acabou antes de dar tudo oque poderia dar… Jewelry foi o meu favorito no inicio dos anos 2000 e ainda ouço Twenty, One More Time, Superstar, Passion, Again… Morning Musume, prefiro nem comentar… Não sei oque Tsunku ainda tá fazendo.. Momusu era pra ter acabado lá por 2003-2004…

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s