Winner retorna após dois anos na geladeira com um triple A-Side. Uma faixa é ótima, já as outras…

Após um debut morno (e que eu honestamente até hoje não entendi exatamente por que o povo gostou) e quase dois anos na geladeira da YG, WINNER finalmente está de volta… com um EP. É, poisé, por que não um álbum eu não sei dizer exatamente, mas no melhor estilo YG de saturaração com tudo virando single, o retorno de Winner não tem nem um nem dois singles, ELE TEM TRÊS. Como eu havia dito durante todo o período de divulgação do MADE e do WELCOME BACK, a YG precisa aprender a focar melhor seus gastos, porque essa estratégia é cansativa e não está fazendo bem aos seus atos. Porque vejam só, eu gostei de um dos três singles do Winner, fui indiferente a outro e achei o terceiro uma bosta. Saldo geral: meh. Eu honestamente nem lembro qual foi o último projeto da YG que foi bem planejado e bom do começo ao fim, mas provavelmente foi o Still Alive do Big Bang ou o 2nd Mini Album do 2NE1, e esses já tem quatro-cinco anos. Tá na hora de parar com esse exagero, diminuir o número de singles por ato e diversificar o número de atos que tem comeback por ano. Ufa. Obrigatório ataque a YG passado, fiquem aew com meus dois centavos sobre cada faixa:

[I’M YOUNG]

Meu deus, coreanos simplesmente não sabem fazer balada, é um negócio desesperador. J-pop pode perder pro k-pop em muitos aspectos, mas se tem um em que os japoneses absolutamente acabam com os coreanos é na produção de baladas. Algumas baladas coreanas te provocam e dão a entender que a faixa irá pra algum lugar e simplesmente nunca o fazem (vide Missing You do 2NE1), mas essa I’m Young vai ainda mais fundo na chatice e desde o primeiro verso está evidente de que a faixa não dará em nada, é revoltantemente tediosa. Agora, umas baladas japonesas recentes pra comparação:

Solistas homens e mulheres, idols, todo mundo é capaz de entregar uma balada boa no Japão, e o delivery da balada tem muito mais sentimento do que qualquer coisa coreana, a melodia cresce até chegar num refrão catártico e mesmo as faixas costumando ter tipo 5-6 minutos de duração, elas simplesmente não cansam. Eu prefiro ouvir o Ballada da Namie Amuro inteiro a ouvir I’m Young uma segunda vez, honestamente. Mas a chatice até faz sentido, porque se enquadra bem na visão equivocada das grandes gravadoras coreanas de que músicas lentíssimas e enfadonhas fazem de seus atos automaticamente mais sérios/adultos/dignos de louvor. Daí acabamos com esse tipo de bosta. Ahein.

[SENTIMENTAL]

Essa aqui não foi ruim de maneira alguma, mas é aquela coisa. Assim como a What’s Wrong? que iKON lançou no fim do ano passado, Sentimental é um número pop rock do Big Bang sem tirar nem por. Meio irritante isso das boybands da YG terem um som intercambiável, porque meio que mata o sentido de se ter vários grupos ativos ao mesmo tempo. Enfim, Sentimental foi ok, curti. Só achei que essa pessoa aqui…

Lightning divulgando bolsas da Luis Vuitton tá mais humana que esse cara

…é assustadora e PARK BOM COULD NEVER comparada a essas plásticas. Eu honestamente nunca achei que uma pessoa estivesse tanto no Uncanny Valley quanto eu acho que esse cara está. Perturbador.

[BABY BABY]

Um número inspirado em blues que consegue ter algum tipo de pulso, tem um refrão grudento e gostoso e que NÃO SOA FEITO BIG BANG? Porra, parabéns, Winner. Demorou dois anos, mas eu genuinamente curti um single de vocês. Bem melhor que todos os singles do iKON ano passado e que boa parte da divulgação do MADE, fácil fácil. Nem os raps me incomodaram, achei que estavam bem integrados. Fosse esse o único single divulgando o EP, eu definitivamente sairia com uma impressão melhor da coisa toda. Mas I’m Young foi de foder de tão ruim, e  Sentimental apesar de boazinha é Big Bang e olhe lá. Baby Baby é a única das três faixas digna de nota, e esse ano vai ter que ser muito bom pra isso aqui não garantir uma vaguinha no meu top100 de fim de ano. Já as outras duas faixas…

Anúncios

81 comentários em “Winner retorna após dois anos na geladeira com um triple A-Side. Uma faixa é ótima, já as outras…

  1. “Um número inspirado em blues que consegue ter algum tipo de pulso, tem um refrão grudento e gostoso e que NÃO SOA FEITO BIG BANG? Porra, parabéns, Winner. Demorou dois anos, mas eu genuinamente curti um single de vocês.” Sem mais.

  2. Vontade de abraçar esse post, principalmente a parte do “Após um debut morno (e que eu honestamente até hoje não entendi exatamente por que o povo gostou) …” Não entendo como as pessoas veneram tanto esse debut do Winner (tentei ouvir a música título umas boas quantidades de vezes e não passo daquele ‘rap’ do Mino no começo. Dos três singles, realmente, Baby Baby foi a melhorzinha. Achei que I’m young seria boa mas ela não saiu do lugar, não dá pra ouvir de novo. Sentimental é uma versão de Missing You do G-Dragon, a mesma vibe. Embora eu goste da música do GD, parece que o Winner pegou alguns pedaços da demo rejeitada por GD e fizeram isso. Uma coisa que eu acho é que todos os rappers da YG tentam parecer ou GD ou T.O.P, as vezes sinto que o próprio Papa YG quer isso dos caras, é estranho.

    1. “Uma coisa que eu acho é que todos os rappers da YG tentam parecer ou GD ou T.O.P, as vezes sinto que o próprio Papa YG quer isso dos caras, é estranho.”

      THIS!
      Eu também tenho essa impressão muito forte. Tanto no Winner quanto no Ikon tem a dobradinha GD+T.O.P, seja nos maneirismos, flow do rap, comportamento dentro do grupo. Acho que a falta de autenticidade dos rappers deve estar em alguma cláusula do contrato, porque olha…

      1. Mas essa é a verdade, o YG quer não só novos GD e T.O.P mas tbm um novo Bigbang e já deixou isso bem claro naqueles realitys que ele fez, no WIN no lugar de dizer q qm vencer seria a nova boyband da YG ele sempre dizia q eles seriam o novo Bigbang! E isso é pq há uma década o Bigbang é o grande provedor da YG e ele sabe que por mais que eles tenham renovado contrato agr eles n vão durar mais 10 anos e ele precisa de alguem que os substitua no futuro. Por isso ele coloca essa meta p as duas boybands novas da empresa.

      2. Se vc ver o Win e o Mix&Match vai perceber que tanto o Winner quanto o iKON tem cores diferentes do Big Bang. E o Show me the money 3, tbm claro. Sério, as pessoas que dizem que Bobby e B.I são copycats do T.O.P e GD deveriam ver o SMTM3. O problema é que o YG himself fica empurrando essa coisa de wannabezar Big Bang pros rookies. Não é difícil de entender pq: ir pelo caminho que o BB foi é ir por um caminho seguro. Eles já tem um público para isso. Mudar o estilo ou vir com algo diferente seria arriscado.
        Shame on you YG.

    2. Não entendo isso do Papa YG. Acho que seria muito mais legal criar novas marcas, novas personalidades marcantes. Se não vai ficar pra sempre preso nisso GD e T.O.P, por exemplo, tirando o fato do Bobby invocar todos os catarros que ele mantem guardado no corpo pra fazer o suposto rap badass dele, tirando isso, achava ele e o B.I carismáticos e que trilhariam um caminho parecido, mas que deixariam sua marca de maneira original. Original naquelas, mas que pelo menos tivesse o diferencial e não fosse cópia.

      A mesma coisa com esses rappers ou rapper do Winner (Sinceramente, não sei se tem mais de um). Deveriam estimular a criatividade e explorar o que eles tem de diferente e bom pra oferecer ao público. Mas como isso é sonhar muito, né non? Vou mutar Sentimental e ficar observando a palheta de cores bem escolhida, e plano plongée pq não estudo audiovisual atoa.

      1. O problema foi o timming. Compara com a SM que sempre teve uma estratégia muito clara: dobradinhas de grupo masculino e feminino lançados de modo que tenha uma diferença de pelo menos uns três anos antes de começar a próxima dobradinha. Conseguiu empurrar o conceito de “família” goela abaixo nos coreanos e consegue ter grupos diversificados como SuJu, SHINee, f(x)…. tem coisa pra todos os gostos, mas ao mesmo tempo quem curte SuJu migra pra um EXO e quem curte SNSD migra pra um Red Velvet sem grandes dramas caso eles resolvam acabar amanhã.

        Já a YG foi preguiçosa, deixou um monte de trainee na geladeira e agora nos 45 do segundo tempo quer preparar a reserva. Aí não tem como esperar os caras ganharem nome por si mesmos porque BB vai começar a servir então ficam empurrando o conceito nos dois grupos pra ver qual vinga mais como o BB 2.0, o que é lamentável. Quero só ver o que eles vão fazer quando 2NE1 der no pé.

    3. Enquanto vc acham, eu tenho certeza. Acho que ate fisicamente esse mano do Winner lembra GD. Ate as expressoes faciais… E to achando que o loiro vai ser o Taeyang do Winner.

  3. Como VIP de carteirinha achei Sentimental meio “appropriation” se é que você me entende, mas e a coisa né, quem não tem BB caça com Winner/iKon.
    Baby Baby foi meio sem graça pra mim, mas já que ta todo mundo amando vo tentar da outra chance.

        1. Eu amo Winner seja lançando muúsica boa ou ruim, mas realmente esse projeto EXIT é muita sacanagem com a Lee Hi. Saudades Akdong Musician também

        2. Acho que o problema também esta na YG não conseguir lançar mais de um ato no mesmo período, precisa de um intervalo enorme entre um artista e outro.

        1. Foi divulgado que a Lee Hi tá já preparando um novo álbum (ou era mini álbum, não lembro), então vai ter comeback dela sim…

  4. E prepare-se porque o ~projeto~ é mais três mini álbuns, completando EXIT, sendo essa a primeira, “E” (tipo MADE), desovando 20 músicas ao longo do ano. Mas sendo YG, é bem capaz da ideia morrer na praia ainda nesse primeiro semestre.

      1. Se a gente não teve paciência para aguentar até o E que foram SINGLES, imagine mais trezentos MVs de um único ato da empresa. Enquanto isso, o resto tá lá na YG de papo pro ar, aguardando resilientemente lançar algo ou o fim do contrato.

    1. O que a YG tem contra gerenciar seus atos como as outras empresas fazem? Podia ser meu grupo favorito fazendo uma merda dessas que eu iria odiar. Mas né, o fandom louco fica mais louco ainda com isso. Enquanto isso Lee Hi e AKMU que são os que me interessam de verdade estão na geladeira.

  5. Mamamoo voltará com um full album dia 26 desse mês e até lá elas vão lançar prévias das faixas em vídeos aleatórios, o primeiro foi uma versão do master chef:

    Isso tá muito bom e… Retro? É, parece que elas vão voltar as origens do debut.

  6. Eu, uma pessoa q ama baladas, gostei de I’m Young, porém nao eh minha preferida das três.. ainda continuo indeciso a escolher Baby Baby e Sentimental entre as melhores… e Sentimental acho bem superior a What’s Wrong do iKON… assim como My Type nao liguei mt pra essa musik..

  7. Quanto a esse post: Eu aguentei 0:22 segundos de I’m Young, e vocês?
    Sentimental é minha favorita.

    Mas como eu realmente estou mais empolgada com outras coisas, eis mais notícias sobre Iggy Iggy:
    Ela revelou a capa do álbum: http://www.vagalume.com.br/news/2016/02/03/digital-distortion-iggy-azalea-divulga-capa-do-novo-album.html

    – Caso eu fosse comprar esse CD, o que é óbvio que não vou fazer, eu ia ficar brincando com essa capa, achei daora, achei conceitual –

    E o primeiro single da mulher vai ser Team (sim, aquela música que ela revelou enquanto estava na frente de um espelho). E o que eu acho disso: Uma merda. Eu não gostei da prévia, e tô prevendo uma música merda pela frente. Quem foi o ser genial que resolveu trocar Azillion por Team? Se era pra trocar, trocasse por Middle Man. Posso estar enganada? Posso e quero estar, porque eu gosto da Iggy, mas a gravadora dela é uma lixeira.

  8. Nhaaaa q pena q vc não gostou Bruno
    =(
    Eu não ouvi todas as suas indicações. .ouvi Exile e J Soul pq sempre gosto qdo vc posta algo deles. .. e entendi seu ponto em relação à baladas. .. só penso q ter algo melhor não significa q i’m young seja ruim.. mas enfim. .respeito sua opinião. .
    Gostei de tudo!!!
    No mini album tem mais duas músicas e a única q não foi divulgada é a única q é um lixo realmente… kkkkkk se vc já não gostou dessas então nem ouça a outra. rs

  9. Já to chocada de você pelo menos ter comentado Winner, porém nem um pouco surpresa com seus comentários sobre as faixas (você é um frequentador do asian junkie? Rs)

    Pra mim Sentimental é a melhor das três, Immature e Baby Baby ficam com o segundo lugar. I’m young com Taehyun dentro do armário (nem tanto assim, quem é do fandom entende) fica gostosinha no meio das outras no ep, mas não funciona sozinha, infelizmente. Podiam ter dado o mv pra Pricked ou Immature ao invés de I’m young.

    Adoro o Jinwoo parecendo uma boneca japonesa hiper realista.

    1. a melhor estratégia eram não ter dado um terceiro MV pra faixa ALGUMA, sabe? E lançar sentimental como pré-release duas semanas antes de baby baby também cairia bem. Chega dessa coisa de desovar trinta MVs no mesmo dia.

      1. Teve pré-realese umas duas semanas atrás, era Pricked (que tem uma letra muito boa, btw, mas que deu uma flopadinha)

        Eu gostava mais de quando o modo de promover as b-sides era umas versões acústicas e uns lives do tipo YG On Air do que 30 MV’s por comeback, mas fazer o que, né.

  10. Consegui assistir I’m Young até o fim mas só pq estava envolvida na historinha de corno, pq a musica msm eu nem lembro mais
    Gostei de Sentimental, achei a ideia do clipe filmado de cima bem legal, achei a musica melhor que What’s Wrong e gostei da dancinha meio girlband batendo na bundinha
    Mas com certeza Baby Baby foi a melhor de tds, td é otimo nessa música, mimha única crítica é a reciclagem de roupa c o Mino na msm roupa de Empty

  11. Consegui assistir I’m Young até o fim mas só pq estava envolvida na historinha de corno, pq a musica msm eu nem lembro mais
    Gostei de Sentimental, achei a ideia do clipe filmado de cima bem legal, achei a musica melhor que What’s Wrong e gostei da dancinha meio girlband batendo na bundinha
    Mas com certeza Baby Baby foi a melhor de tds, td é otimo nessa música, minha única crítica é a reciclagem de roupa c o Mino na msm roupa de Empty

  12. A única razão de eu ter assistido o mv de I’m Young até o final foi Taehyun fazendo o corno/Ricardão concept e a dublagem infinitamente ridícula que colocaram na hora do diálogo entre a gata ocidental e o menino chifrudo. Sentimental me lembrou What’s Wrong? assim que começou a tocar e o mv também me lembrou bastante o de What’s Wrong?, só faltou aquelas minas com cabeça de macaco. Sem dúvidas, Baby Baby foi o que teve de mais relevante e original nessa farofa toda. Agora só esperar pra ver qual a próxima bomba que a YG vai soltar pra encher o nosso saco, já que o cronograma desse EXIT MOVEMENT tem outros 3 itens ainda.

  13. I’m Young gostei da historinha, a música foi mahomenos. Depois vem Sentimental que eu amei a montagem do clipe e isso o YG faz como ninguém, não podemos negar. Finalmente Baby Baby que é tão gostosinha e o clipe também maravilhoso. WINNER é isso mesmo gente música de lounge pra ouvir namorando, num dia de chuva essas coisas pra distrair. Feliz demais que eles voltaram ❤ Se tiver mais álbuns esse ano nem ligo, mas eu quero agora Lee Hi e AKMU pra fechar o circo e estarei feliz. Ps: Chocado com Bruno dizendo que gostou de algo do ato!

  14. Já no início do post falou a verdade sobre o Winner, nem ligava pra eles só gosto da voz de um deles cantando e só! O que me chamou a atenção foi que ouvi que iria ser rock e tava aquele choradeira toda no face por eles não terem ganhado outro álbum
    Enfim detesto balada e nem curti aquela do menino loiro só assisti o MV pra ver o final, a de longe que gostei foi Sentimental por causa que deu pra ouvir a voz do garoto que eu gosto, Baby Baby foi legal…

    1. Todo mundo falando de Orange Caramel e eu só vejo Red Velvet, Ice Cream Cake… ahsuahsuahsua
      Foi um ato de coragem da FNC, provavelmente é pra fazer com que elas fiquem mais conhecidas, tornando AOA mais popular.

    2. Nem dá pra chamar de plágio descarado, é o esperado. Lembre que na origem OC eram as gurias mais novas e por tabela não tão conhecidas que acabaram dominando a porra toda… quando anunciaram que as mais flops iam ter uma unit essa foi a aposta de todo mundo.

      Vai ter o apelo meio genérico que a gente ama em AOA com uma pegada ott e a julgar pelo apoio que tem eles tem que ferrar muito com a música pra não ser um sucesso.

  15. Não conheço nada de Winner, por motivos: “Após um debut morno (e que eu honestamente até hoje não entendi exatamente por que o povo gostou)” faço das suas palavras as minhas. Tentei ouvir aquilo umas quatro vezes quando saiu mas não desceu nem a pau.
    Não vou nem comentar a balada. Você já disse tudo o que tinha a ser dito sobre ela. Sobre tudo alias. Mas sobre Sentimental, ela é legal, mas eu sei que não vou ouvir muito. Baby Baby é a melhor mesmo, sem dúvidas. Saldo geral: O povo tava fazendo um barulho enorme no face e em toda a parte de que esse comeback estava maravilhoso e blá blá blá, mas eu não achei nem de longe tudo isso. Como você disse, a única digna de nota é Baby Baby.

    Já tô até me vendo de saco cheio de Winner sendo jogado na minha cara nos próximos meses.

  16. Escuta Immature, a faixa é muito boa, tipo eu li vários comentários no YouTube, dizendo que era melhor eles terem dado MVS apenas pra Baby Baby e Immature…
    Escuta e me diz o que achou?

    Achei uma pena vc não ter gostado, eu gostei, acho que tirando Im young, as outras músicas são boas… Baby Baby é ótima, e Sentimental pra mim não é ruim, é boa, mas é muito fraca, talvez não devesse ser promovida…

  17. Caralho, se for fazer projeto megalomaníaco não seria mais inteligente lançar música por mês sem necessariamente ser single? 😤 Igual a Marina and the diamonds fez com Froot. Fruta do mês, música. Nem tudo era single, nem tudo ganhou clipe e pra diferenciar faz um acústico bom.

    Ah, ignorem, capaz da YG estragar essa estratégia de marketing também. Lança mini ou full álbum mesmo com 2 clipes no máximo.

    1. Sim! Esperar as frootas do mês era tão gostosinho, e ela persistiu nisso mesmo depois do lançamento. Nos últimos dias de espera ela foi fazendo o upload das faixas um por dia, até que chegou na última música e ela liberou o álbum “oficialmente”. Isso foi uma boa estratégia, com conceito interessante.

      5 músicas a cada tempo indeterminado (provavelmente mensal), não. Quem compra tudo são tipo SONEs da YG que compram qualquer bosta, eu por exemplo comprei o I Got A Boy e consigo gostar muito dele wqol

      1. Ah, I Got A Boy, o álbum físico, é muito bonito. Ia comprar só pra deixar na estante bem bonitão e pensar ‘Gastei 100 conto nessa porra inútil, mas ta bonitão’. Que Exit tivesse uma arte linda e maravilhosa para eu pelo menos ficar stan da capa do álbum.

        Eu devo pensar, os caras que cuidam da parte do marketing da YG sobre isso ou são ruins pra caralho ou são contratados pra o Papa YG virar e dizer ‘Ah, legal essa sua estratégia de marketing para o lançamento do CD, me parece muito boa… Refaz, não se parece com o MADE do Big Bang’

  18. Até curti as 3 faixas, mas nem lembro mais e nem baixei, mas as vezes escuto o solo do rapper que foi pre release qnd toca na lista do spotify.

    “esse ano vai ter que ser muito bom pra isso aqui não garantir uma vaguinha no meu top100 de fim de ano”. Hopeless Love da Park Jimim falou a msm coisa e nada de top 100 kkkkkk

    Bruno, vai ter post pra Produce 101 né? Diz que sim :v

  19. Tanto Winner quanto Ikon são tão inespecíficos, sem identidade própria ou qualquer coisa que chame a atenção, só aquele rapper horrivel do Ikon.
    Porém as musicas do Winner são mais gostosinhas, tipo Baby Baby e aquela dos dois rapazes que não faço a menor ideia de quem são, Pricked.
    Stop YG 2016. Fazer a mesma palhaçada que fez com Big Bang ano passado não, pls, ninguém merece!

  20. Nossa só lançou o E do EXIT e eu já estou cansada. YG podia parar de saturar tanto um grupo só com lançamentos, Ta mal gerenciado essa bagaça! Enfim, baby baby Ta uma delicia de escutar mesmo, sentimental eh boa tbm, a outra não vou nem comentar eu dormi aos 20 segundos.

  21. Eu discordo de vc que o debut do WINNER foi morno pq eles entregaram um lado mais maduro e bem diferente de BB ( e como o Papa YG quis fazer com iKON…).
    Enfim, BABY BABY é a melhor do mini pra mim, Sentimental eu adorei o MV, ficou bonitinho e é uma música que vc fica cantarolando toda hora rsrs; I’m Young funcionou para mim COM O MV. sem ele fica chata e n dá pra escutar mesmo suahsauhsau e Immature é bem band concept, eu curti muito, animada e ótima pra lavar louça tb ( PFF BRUNO FAÇA A MIXTAPE PARA LAVAR LOUÇA HUSAHUASHUAS)

    1. Assistir todas as performances no modo fancam. kkkk E a de “Sentimental” foi a melhor de todas, mas a coreografia é so so, com Tae Hyun fora do ritmo. A de “Baby Baby” não foi essas cocas todas. Achei bem chato assistir, apesar da música ser boa. Pareciam mais o BTOB em “Way Back Home”, não que eu ache esse grupo chato, pelo contrário, eu adoro. Enjoei desse tipo de coreografia. Então foi mais do mesmo. Será que eles não viram que já fizeram isso no ano passado? Dois anos não foi tempo suficiente para pensar em algo mais criativo? Immature é tão BB (mas eu gostei dela. kkkk). A performance… achei meio forçada. Como diziam no WIN. Não me soou natural. Eles não parecia estar se divertindo de verdade. kkk Ainda bem que não rolou o “I’m Young” (para cortar os meus pulsos).

      Baby Baby

      Immature

      Sentimental

      1. Adoro Winner mas não sei pq YG faz um reality show,mandam eles fazerem milhares de dance battle,faz eles treinarem a dança até o cú rachar pra no final eles dançarem coisa meia boca,digo isso pra BIGBANG e iKON tbm que tem umas coreos bem bostas(vide Rhythm Ta). Apesar de que esse tipo de coreografia combina bastante com o Winner mas pelo reality show eles tem muito potencial,não precisa ser hip hop nigga swag para ser incrível ,a dança (apesar de eu querer ver Seunghoon fazendo Krumping de novo – o q não deve acontecer – )

    2. Amei o live de Sentimental ❤ já amo a música, com essa dancinha micão ficou ainda melhor. Eu gostei de Immature pq o Jinwoo parece ter ficado menos awkward e ter ganhado mais confiança ❤ sou biased nojenta msm

      A live de Baby Baby foi taaaao qualquer coisa… Põe eles sentadinhos e cantando que é melhor que resiclar a dancinha de Different (que só funciona com Different msm, deixa quentinha).

  22. Nossa vc não gostou? rs eu amei e estou surpresa de ter amado, confesso que não esperava isso do winner eles estão tão maduros nesse comeback acho eles bem mais preparados e completos do que o ikon tipo os mvs deles acho que o ikon não conseguiria fazer BEM como eles fizeram eu amei BABY BABY , fiquei surpresa de ter gostado de SENTIMENTAL pois eu não curto mvs coloridinhos, já I’M YOUNG eu acho que é destinada para um certo público e o mv ajuda muito tem uma história interessante e triste que pelo que soube terá continuação vejo comentários dizendo: não consegui assistir nem 1 minuto’ acho que tem pessoas que só gostam de mvs com dança, tanquinho enfim… é gosto.

  23. “Bem melhor que todos os singles do iKON ano passado” isso não é difícil de fazer, poucas coisas conseguem ser pior do que iKON. Quanto a MADE… Melhor álbum (quando finalmente for lançado) do ano pra mim.

  24. Nem ouvi a balada quando saíram porque não sou obrigada (aliás, espero que aquela “estratégia” de lançamento semanal da SM não seja só balada tosca a da Taeyeon não foi um começo animador), o resto acho que você resumiu bem meus sentimentos.

    Baby Baby é basicamente tudo aquilo que Winner prometia ser quando ganhou aquela bagaça e foram necessários dois anos pra chegar. O fato de a empresa ter um marketing E sonoridade muito parecido em todos os seus atos já passou do ponto da preguiça, eu tô esperançosa que pelo menos eles alcancem alguma identidade própria, porque eles e iKON tem que bater de frente com BTS, Seventeen, além de sunbaes como B.A.P, VIXX, EXO e SHINee. Mesmo quando BB e SuJu sumirem do mapa, a vida desses grupos da YG não vai ser fácil. No fim das contas a melhor coisa foi ver as fãs iludidas tendo que lidar com um dos manos pegando uma gringa “em nome da arte”… aliás o que mais me assusta é o do cabelo comprido, porque ele tá sempre de boné e por consequência parece que o resto é aplique.

    1. Ele só mexeu nos olhos (que já eram lindos desde bebê, você já deve ter visto as fotos dele criança ❤ ) no Weekly Idol ele fala que não consegue fechar os olhos totalmente e que isso deixa eles vermelhos :/

      Ele tem esse jeitinho de boneca naturalmente ❤

  25. Não é porque uma balada segue um padrão que ela sera boa, vide esses exemplos, que apesar de serem mais interessantes do que a musica do winner, ainda são monótonos e medíocres.

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s