MINI ALBUM REVIEW: Red Velvet – The Velvet

red-velvet-yeri_1457925356_af_org

Eu honestamente pretendia deixar THE VELVET passar batido, mas como já comentei sobre todo o catálogo de RED VELVET até aqui, meu TOC meio que me obrigou a ouvir o EP novamente pra fazer um post esperto sobre tudo o que há de errado nesse lançamento e também especular sobre o futuro do grupo agora que One of These Nights cimentou a fraqueza comercial do lado velvet, mal entrando no top10 da GAON na semana de debut e já caindo pra 37° lugar na segunda semana.


RED VELVET teve um começo bastante interessante. Em momento algum a SM confirmou qual seria o conceito do grupo, então quando Happiness e Be Natural saíram uma atrás da outra, o estranhamento de todos foi grande. Uma era farofinha feliz e grudenta, a outra um R&B com dança da cadeira sexy. Qual era a intenção da SM com isso??? Ninguém sabia dizer. Mas daí vieram Ice Cream Cake e Automatic, e a dualidade do grupo começou a ficar mais palpável, com as teorias de existirem dois lados para o grupo, o red e o velvet, ganhando força entre a fanbase. Tudo isso culminou na cristalização do conceito, com o lançamento do ótimo primeiro LP delas, THE RED. E a partir do momento que THE RED saiu, todos sabiam que THE VELVET viria logo atrás, mantendo viva a dualidade que passou a ser a marca registrada do grupo.

E o mais interessante dessa dualidade é que ela não foi cuspida nas nossas caras desde o primeiro segundo (video o double a-side de debut das Cosmic Girls), ela foi planejada desde o princípio, claro, mas foi deixada para os próprios fãs descobrirem que existia. Esse tipo de coisa só poderia sair da SM, e com o grupo sempre mantendo o equilíbrio entre ambos os lados, todo mundo estava empolgado pra ver o que seria feito de THE VELVET. Afinal, após todo o cuidadoso trabalho que foi colocado no primeiro LP delas, todo mundo esperava que o mesmo fosse rolar pro segundo LP, só que agora com o conceito sóbrio, melancólico e rampeiro do lado velvet.

Aí veio o primeiro sinal de alerta: THE VELVET não seria o segundo LP delas, mas apenas um EP, basicamente matando o equilíbrio da dualidade e explicitando que o lado velvet é totalmente subalterno do lado red. Até aí, não me senti muito incomodado, porque eu abertamente acho os singles “red” superiores aos singles “velvet”. Quem se sentiu ofendido mesmo foi meu TOC, mas lá no fundo eu esperava que ao menos o número menor de músicas resultasse em menos fillers e num pacote tão forte quanto o anterior foi. Será que foi esse o caso? Ou além de destruir o equilíbrio dos lados red e velvet esse EP ainda consegue ser uma bosta? Vejamos no review faixa a faixa:

Como disse no meu review do singleOne of These Nights começa promissora com o clima de desenhos da Disney dos anos 50/60, mas logo descamba pra R&B 90s genérico, mesmo que bem executado. Fraquinho pra um single, sendo honesto. Afinal, pro lado red a SM saiu tanto da caixa em Dumb Dumb, então nada mais lógico esperar que eles fossem fazer a mesma coisa pro lado velvet. Mas não, passamos longe disso. One of These Nights é básica, e saber que a SM tentou capitalizar em cima da barca lá que afundou em 2014 pra tentar imprimir alguma emoção nisso aqui só deixa as deficiências do comeback ainda mais evidentes.

Após o lead single, temos Cool Hot Sweet Love, que foi usada para divulgar o EP nos programas musicais junto da xaropada aí de cima (talvez pro público não dormir). Cool Hot Sweet Love pega texturas de PBR&B e yolosweg pros versos, mas não faz o mesmo pros refrões, que são bem R&B clássico e direto. Teria sido um single melhor.

Light Me Up é outra faixa que teria feito um single melhor que One Of These Nights, e isso que Light Me Up grita “filler da faixa 5 que fecha o EP, antes do instrumental do single na faixa 6”. Mas com um clipe imaginativo (talvez o PRINCESAS DISNEY CONCEPT dos teasers???) ela talvez ficasse mais aceitável.

Ah, ignorem o que eu disse sobre Light Me Up soar como a filler-que-fecha-EP, essa obviamente é First Time, extremamente genérica e que já bateu ponto na discografia de absolutamente todo mundo. Meu deus, que EP pouco imaginativo.

a farsa do concept “Princesas-da-Disney-realistas-em-post-do-buzzfeed” que só apareceu nos teasers e olhe lá

Continuando a tradição de Red Velvet reciclar velharias de R&B do catálogo da SM (oi, Be Natural), temos Rose Scent Breeze, que é tão ofensivamente apática e sem graça que nem merece a comparação com a “baladinha filler que fecha o EP”, porque isso seria uma ofensa para todas as baladinhas filler que fecham EPs do mundo, já que todas tem mais pulso e originalidade do que essa bosta. A única parte interessante nessa balada mequetrefe é um solo de guitarra que dura CINCO SEGUNDOS lá por volta de 3min40s da faixa. Sério, me matem agora.

Enfim, cinco faixas já foram, só faltam três e… NÃO, PERA. Parece que o The Velvet já acabou e que as últimas três faixas na verdade são vários remixes de One Of These Bostas, é isso mesmo??? PUTA. QUE. PARIU, VELHO. Então vamos lá: One of These Nights (De-Capo Ver.) é a mesma bosta que a versão original, com uns efeitos de gotas d’água no fundo; a Joe Millionaire Version por sua vez adiciona alguns elementos ao instrumental original e consegue deixar a faixa um pouco (muito pouco) mais interessante; já da Piano Version eu nem preciso falar nada, né? Só masturbação vocal e olhe lá.

Sério, que perda de tempo. Acho que a única faixa remotamente aceitável é aquela do verão, mas ainda assim. Em outras circunstâncias eu a consideraria a “boa album track”, definitivamente não o destaque do álbum. A SM poderia ter feito tanta coisa com isso aqui, mas optaram pela saída fácil. THE RED teve tantas texturas diferentes, uma paleta sonora variada… daí chegamos em THE VELVET e metade das faixas são literalmente a mesma coisa. THE VELVET merecia ter o mesmo tratamento que THE RED teve, sendo um álbum com várias sonoridades diferentes (isso aqui não precisava ser BALADA+R&B, poderiam ter experimentado com downtempo, industrial, rock…). Mas não, é a mesma coisa de novo e de novo.

Enfim, THE VELVET simplesmente não tem replay factor algum e nada que o redima. Não teve clone nova, afundou o equilíbrio da dualidade do grupo, teve single bosta, teve album tracks mais bostas ainda, despencou na Gaon… sério, tirando a estratégia de divulgação não tem NADA que salve esse lançamento, facilmente a pior bosta que já ouvi saindo da SM em tempos recentes, sendo totalmente merecedor da MENOR NOTA que eu já dei a qualquer álbum nesse blog, vencendo até mesmo os álbuns terríveis de Ayumi Hamasaki. Tomem aí seu 2,0 e chorem calados, bolofãs. Vocês sabem que o álbum merece. E se o lado velvet simplesmente sumir depois dessa bosta, ele totalmente fez por merecer (e tomara que não volte mesmo).

MAIS RED VELVET: Ice Cream Cake / The Red

79 comentários em “MINI ALBUM REVIEW: Red Velvet – The Velvet

  1. Esse lixo de álbum ganha review mas os álbums do Fiestar e da Hyosung que estão ótimos são deixados de lado? =(

    1. o do fiestar foi bonzinho mesmo (nota 7,5), o da hyosung tá genérico (nota 6,0). Eu honestamente não teria muito o que falar de ambos, mas sobre o the velvet eu tinha bastante pra dizer, logo, senti vontade de escrever sobre. faz sentido? @_@

  2. Pior que eu super concordo contigo, eu sou uma bolofã muito triste com The Velvet. Pra mim ele foi super mal feito/mal executado, mas pelo menos todo mundo teve linhas, e todo mundo alí sabe cantar não é igual a C E R T O S G R U P O S, enfim, um conceito ótimo, teasers lindos, pra no final mandar 8 músicas com 4 sendo remixes da primeira e só Cool Hot Sweet Love é boa mesmo, e nem tem reconhecimento, não fora escolhida.
    Vou amargar com The Velvet pra sempre.

  3. nunca vou aceitar esse vacilo da SM: The Red um álbum nota 9 (só perde um ponto por causa das duas ultimas musicas do album) The Velvet um lixo, nota 2……

    1. Como assim tu não gosta da última música do The Red???? Firework korean ver. é mara ❤ E The Velvet é uma bosta mesmo, só salva Cool Hot Sweet Love

      1. não sei porque cool world soa errado aos meus ouvidos e eu detestei day 1 porque ficou destacada demais, o resto do disco é tão bom que eu não tenho nem meme pra reagir.

  4. Concordo que esse álbum ficou uma porcaria mesmo e com certeza poderiam ter feito algo muito superior, pra mim o problema do álbum foi nem o lado velvet, mas sim a falta de capricho que a SM teve com o ele (isso por que eu já acho o The Red meio mal produzido). Só espero que esse lado continue, por que quando fazem ele direito saem coisas como Automatic, mas vai ser foda a SM dar força pra o lado velvet depois da porcaria que foi o mini. Dedos cruzados pra eles conseguirem dar a volta por cima

  5. Infelizmente não teve como defender o Red Velvet! Quando vi as fotos e divulgação aumentei minhas expectativas ao máximo, poderia ter feito algo diferente? Sim, eu gosto de R&B mas as vezes quando falam de R&B no máximo acho chato a pacas! Tentei ouvir o álbum pra pelo ao menos fechar a minha playlist e completar o lado Red e lado Velvet, mas infelizmente não deu! Espero que elas voltem com alguma coisa ainda esse ano pelo ao menos um single pra manter os singles bons! 😞😛

    1. Eu sinto esse namoro tão nada a ver sei la porque já que eu duvido da SM desde Baekyeol…. A SM não publicou nada dos dois no site oficial, ou no Twitter, o rapaz aparece sem muletas (me contaram que ele estava machucado), num estacionamento (estilo Baekhyun), sem maos dadas ou beijo….. Tão esquisito

    1. Deus eu acho q esse comeback do RV teve a ver direto com Ladies Code…. primeiro elas copiaram o conceito da SM e agora creio que seria algo “para relembrar tempos antigos” como aconteceu com EunB e RiSe

  6. Quanta mágoa amore, todo mundo sabe que tá anos luz superior a muita coisa, inclusive aquela bosta do the story begins que tomou 70.

    e aliás o flop comercial foi tanto que felizmente já venderam +40k de físicos e já estão na 5th win… TWICE COULD NEVER

  7. Eu nem estava empolgado para o The Velvet, a SM já demonstrava que ela não dava muita foda para esse lado – Be Natural e Automatic são R&B fraquíssimos, aceitem. Mas com a possibilidade de um LP, e como apenas 3 integrantes sabem cantar, eu achei que poderiam explorar algo novo e acertar dessa vez…
    Mas esse EP foi o maior erro da SM desde o grupo M.I.L.K! Escutá-lo até o fim é uma morte lenta! Sério, eu não consigo acreditar que alguém realmente teve intenção de fazer um álbum bom nisso aqui.

    Red Velvet estava conseguindo me conquistar com música boa, eu até aprendi a diferenciar as 5 (quando o stylist delas faz o serviço direito), mas esse comeback foi TÃO RUIM e TÃO MALFEITO que eu sinceramente nem sei mais o que eu tenho pelo grupo. Até porque as integrantes nem são tão interessantes individualmente para terem minha atenção mesmo lançando bosta (olá, TWICE).

    O bom é que agora que elas floparam, SM deve fazer questão que o próximo lado red tenha a melhor title track da carreira delas! Ou é isso que eu esperaria se não estivéssemos em 2016…

    1. Na vdd, acho que a SM irá mesmo investir no lado red já que esse ano pode ocorrer o disband do f(x) e não tem como a empresa ficar só nas GG, né? Ela tem que fazer logo o Red Velvet acontecer…

  8. Literalmente dormi na metade do álbum. Gostei de CHSL porque aquele refrão meio que a salva de todo o resto do álbum e OFTN é boa pra ouvir na bad™, mas gente… quem achou que seria uma boa ideia enfia um monte de “””””remix””””” do single pra encher linguiça pelamordedeus sofro pelos team Velvet.
    PS: alguem nesse blog liga pra cnazul? Porque se sim a nova deles não é uma bosta:

    1. Acompanho-os desde o debut coreano, mas essas musguinhas estilo bruno mars da vida não me agradam, acho que desde I’m sorry não curto nada q eles lançam na Coreia. Mas essa ainda é melhor que os dois últimos comebacks coreanos.

        1. Ja explicaram esse negócio do mv de Happiness, eram só as trainees batendo cartão, mas nunca se sabe né

  9. Fala que tem TOC, mas a cada review o padrão (o termo tá certo? sos) da nota muda. ` – ´

    Sobre o mini:
    Só Cu Cu Há Há se salva, mas mesmo assim continua fraquinha.
    Fui trouxa de achar que a SM ia valorizar o Lado Velvet. Fase triste para os bolofãs. 😦

    1. isso q eu reparo tambem tenho muito TOC das mudanças das notas e tbm do player q uma hora é soundcloud outra é spotify … maldido ascendente em virgem…

  10. Daria 5,0 pra The Velvet,mas aquele 5,0 beeem de nota de escola publica de SP,é arredondado de 4,5 só por conta de um remix ai q é bonzinho.

    Cucu rárá sweet love foi a melhor junto com o single e o remix.

    -vai rolar post da krystal e kai ? (provavelmente nao pq as exo-loucas nao estao caindo muito em cima da princesar)
    -vai ter review de press it ??

  11. Não foi o que eu esperava, mas eu gostei bastante das três primeiras faixas (o resto a gente guarda na fã base). Espero que no futuro a SM invista mais no lado Velvet, eu gosto do Red, mas prefiro o Velvet!

  12. Comentário aleatório: eu tava lendo umas publicações mais antigas do blog (tenho nada pra fazer…) e eu queria muito saber o que aconteceu com os ditos posts sobre a saída do Tao do exo e o top cabelos da Dara .-. isso tava me corroendo por dentro, é sério.

      1. Eu estou envergonhado de dizer que acompanho seu blog agora, cada toda a resiliência e dedicação que você dizia colocar no seu trabalho? Como fã, eu estou me sentido completamente ofendido com esse descaso, e exijo um pedido de desculpas. [/exo-l]

  13. Não tenho nada a dizer além de “ZZZzzzZZzzzzZ”, eu não conseguia escutar nenhuma faixa por completo. *Eu gosto de One of these nights (me julguem, os vocais são ótimos e eu valorizo sim ¬¬), mas não tanto pra considerar uma lead single…

    Eu fico me perguntando como a SM teve coragem de entregar um trabalho tão mal feito como esse. Desperdiçaram o conceito de “princesas da Disney”, que poderia ser muito bem aproveitado (sei lá, fazer cada track enfocando em cada personagem diferente)! Detesto admitir que Red Velvet, digo, SM entregou essa BOXTA, parecendo ser promissora pelos teasers, colocando as nossas esperanças lá encima pra depois acontecer isso, aff! É bom elas entregarem uma BOA FAROFA da próxima vez!

    Enquanto eu lia o post, consegui sentir a raiva do Bruno, até porque eu tive a mesma reação…

    1. Sim, eu achei q o lado Velvet seria algo mais digno, tipo Something das Girl’s day, mas saiu uma musiquinha meia boca q parece OST de drama coreano.

    1. Onde tu viu isso, falso Matty? Mas quais sites relevantes fizeram review do The Velvet para o Metacritic se dar ao trabalho compilar? @_@
      Se isso é um deboche aos fãs retardados que rebatem críticas a seus artistas usando as notas do Metacritic, você está de parabéns.

  14. “Tomem aí seu 2,0 e chorem calados, bolofãs. Vocês sabem que o álbum merece.”
    Por isso que esse blog é sensacional. Manda a real e pronto hahahahahha
    O que eu não entendo , é pq ficaram pedindo pra fazer review de um album desses ‘-‘.
    E parabens pra quem conseguiu ouvir one of these nights até o final. Pq eu dropei msm =x

  15. SM além de tudo é boa em criar altas expectativas e não superar nenhuma delas… Eu achava que The Velvet seria tratado com o devido carinho que merecia, mas além de ter odiado tudo, que nem 90% da população, ainda fiquei com a impressão de que foi tudo feito às pressas “vai lá, lança essa porcaria logo que ainda tem muito escândalo pra gente fazer”. Parece que até tiveram ideias boas (como as fotos de divulgação) mas aí não deu tempo de fazer o resto à mesma altura. Nhém.

    1. Mas mesmo assim não acho que seria faixa principal porque simplesmente soa muito triste e muito comum, embora osvocais estejam melhores nessa musica

  16. Eu nunca mais vi você comentar sobre a Tosca da Franja, aka Natsume Mito.
    Não sei se você sabe mas a cantora de ~cortei minha franja muito curta~ lançou mais 2 singles e eles estão ❤ TOSCOVILHOSOS <3.
    O primero é I'll do my best que tem uma melodia gostosinha e um clipe baixa-renda lindissimo https://www.youtube.com/watch?v=5Yx2ewrmaKA
    Já o segundo é o GAROTO 8 BITS que faz referência aos jogos antigos e tem dois clipes, o oficial e esse aqui que é o meu favorito por motivos de PAPERCRAFT DA TOSCA QUE ACENDEM LUZES DEMONIACAS NOS OLHOS. ❤ https://www.youtube.com/watch?v=7FGg8A264rQ

  17. Como fã de Red Velvet e preferindo o lado Velvet por causa da maturidade e sensualidade, eu fiquei bem decepcionado com o The Velvet. Esperava um LP também, e já fiquei chateado quando soube que seria um EP. Mas ok, coloquei esperanças no single. Esperava uma evolução de Be Natural/Automatic, algo muito marcante e com uma coreografia foderosa, mas aí… Baladinha. Sério? Fiquei na bad. KKKKKKKKKKKK Meu consolo foi fazer uma playlist com as músicas do ICC que considero como do lado Velvet (na verdade só Ice Cream Cake e Stupid Cupid são Red pra mim, nesse mini) com o The Velvet e me iludir esperando que o próximo lançamento do lado Velvet salve essa parte da identidade do grupo. </3

    E o pior é que nem os figurinos das performances compensam nessa droga. Eu gosto de One Of These Nights, gosto dos lives, acho muito bom o solo de dança da Irene e a parte da Seulgi com a Yeri, mas pra mim tudo isso deveria ser uma b-side de um lançamento poderoso como Be Natural/Automatic, uma contribuição pro lado Velvet que não fosse sensual, e não algo que supostamente foi feito pra manter a dualidade do grupo como um single de fato.

    ARGH!!!!!11!111

  18. Não vou mentir, achei pesado isso de “E se o lado velvet simplesmente sumir depois dessa bosta, ele totalmente fez por merecer (e tomara que não volte mesmo)”. Por mais que o The Velvet tenha sido horrível (deixo aqui minha indignação), se o lado velvet de fato desaparecesse acabaria prejudicando ainda mais o RV, já que esse negócio de dualidade e revezamento de conceitos é o principal fator que destaca elas do mar de girlbands da atualidade. Poxa, o lado velvet tinha tanto a oferecer… Poderia ser muito bem uma faceta mais sóbria, intimista e experimental do grupo que iria contrapor diretamente com toda a diversão descompromissada e jovialidade do lado red, além de mostrar novos caminhos na sonoridade delas como foi bem colocado na review (“isso aqui não precisava ser BALADA+R&B, poderiam ter experimentado com downtempo, industrial, rock…”). Pena que a SM quis transformar um conceito tão interessante e promissor numa chatice sonolentíssima e apática, tomara que aprendam com o recente flop do mini e de OOTN a fazer um comeback decente pro lado velvet da próxima vez (que venha a nova Automatic ou algo ainda melhor, amém). Aliás, me pergunto se agr eles vão voltar a trabalhar simultaneamente os dois conceitos assim como no mini de estreia, já que eles já terminaram de trabalhar os dois separadamente nas eras The Red/The Velvet.
    Ah, e se rolou review do The Bosta, vai ter que ter review do Pinocchio tbm… 🙂

  19. The Velvet pra mim tá sendo isso:

    1. Automatic
    2. Cool Hot Sweet Love
    3. Something Kinda Crazy
    4. Light Me Up
    5. One of These Nights
    6. Rose Scent Breeze
    7. Be Natural
    8. Take It Slow
    9. First Time
    10. Candy

    Ficou gostosinho de ouvir e eu finalmente consegui prestar atenção nas músicas que são de fatao do The Velvet. ❤

  20. O álbum é sim genérico pra caralho, mas com tanto Justin Bieber wannabe que tá rolando eu me peguei ouvindo duas ou três faixas mais do que eu faria em outra época.

    Não posso dizer que é a pior coisa que a SM já lançou porque ouvi o último álbum do Kyuhyun inteiro (sim, pois é, repensei todo o meu critério pra bias depois), mas faltou uma inspiração. Nada que acabe com elas, os visuals continuam on point e nas variedades elas conseguem lembrar o povo que existem. Mais sorte na proxima RV.

  21. Concordo contigo, é frustrante saber que eles poderiam ter feito um baita comeback pra elas, e no fim fizeram isso @.@
    Eu já comecei a temer quando eles finalmente deram uma diferenciada no visual delas pra não ficarem feito clones – o que eu já estava acostumada.
    Elas até já finalizaram as apresentações, eu não sei se a SM é de promover pouco, mas eu lembro que em ICC as promoções foram intermináveis.

  22. Afe Bruno, podia ter aproveitado seu tempo melhor e dado uma escutada no ultimo CD do Scandal… Muito melhor que esse The Lixo. Mas fazer o que né. Bom review!

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s