TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2016 (FINAL: 10° – 01°)

Em 2010, vimos o shibuya kei futurista do capsule em Love or Lies chegar até o topo do top de fim de ano do ASIANMIXTAPE. Em 2011, o disco retrô de T-ARA com Roly Poly. Em 2012, a esnobada Hurly Burly de Perfume finalmente teve seu lugar ao sol. Em 2013, vimos a epítome do k-pop chiclete com Expectation das Girl’s Day. Em 2014, a crítica debochada de Jolin Tsai à cultura da internet com Play. Em 2015, a perfeita recriação do new wave oitentista na I Feel You das Wonder Girls. Agora, chegou a hora de revelar qual é a música do ano de 2016 de acordo com o ASIANMIXTAPE. Eu imagino que pra quem acompanhou o blog nos últimos meses, o primeiro lugar não será uma grande surpresa. Descubra se você acertou ou errou AGORA!!

10° HYOSEONG – FIND ME

[2016.03.28] Colored

Find Me é bastante interessante pra mim por não ser realmente nada demais, se a compararmos com os lançamentos do k-pop de uns três-quatro anos atrás. Mas caso comparemos Find Me com a enxurrada de downtempo, tropical house e dance hall vista esse ano, o eurodance da faixa se destaca e se torna realmente especial. E ainda temos o fato de Hyosung estar mais gostosa que nunca, se utilizando de uma série de corsets que destacam ainda mais os ~talentos~ dela no clipe. Find Me se passa facilmente por um single do Eurovision de países como Grécia ou Ucrânia, e taí uma referência que anda fazendo falta no k-pop. E uma pena que quando alguém finalmente se arrisca a fazer isso de novo, toma no cu com um 75° lugar na Gaon, pouco mais de 30mil cópias de downloads e olhe lá. Tipo……………..wtf? Goodnight Kiss vendeu VINTE VEZES MAIS. Hyosung merecia mais. Mas pra compensar o flop, ela ao menos conseguiu um top10 aqui no ASIANMIXTAPE, aposto que é tão importante quanto, né? (hahahahahahaha)

09° SUIYOUBI NO CAMPANELLA – ALLADIN
MELHOR CLIPE JAPA

[2016.11.01] SUPERKID

Suiyoubi no Campanella finalmente alcançou o sucesso mainstream nipônico nesse 2016, e contrariamente ao que muitos especularam, o grupo não perdeu sua essência por conta do sucesso. Eles continuaram a lançar faixas de eletrônica/dream-pop/PC-music nomeadas em homenagem à figuras históricas/mitológicas, e conseguiram a proeza de superar “RA!” com Alladin, que abre evocando Thriller do Michael Jackson e depois desemboca em puro bliss/glee/euforia. E o clipe? Porra, que clipe. Facilmente um dos melhores do ano (o melhor foi o da Jane Zhang mesmo, uma pena a música acompanhante ser tão sem graça). Tem alguma coisa sobre os planos longos e ininterruptos com KOM_I totalmente desinibida e suada lacrando na pista de boliche que não te deixa desgrudar os olhos da tela. Eu não acho KOM_I particularmente bonita, mas esse clipe tem uma carga erótica que não se fazia presente nos lançamentos deles até aqui. Uma mudança interessante e que aponta uma nova direção pro trio, ao mesmo tempo em que não os afasta de suas raízes. Bem legal.

08° UTADA & SHIINA RINGO – NIJIKAN DAKE NO VACANCE (TWO HOUR VACATION)
MELHOR COLLAB

[2016.09.28] Fantôme

Shiina e Utada sempre homenagearam/ajudaram uma à outra, isso não é novidade. Utada participou de um cover de I Won’t Last A Day Without You do The Carpenters com Shiina, que por sua vez já cantou Traveling ao vivo inúmeras vezes em seus shows, além de ter lançado um cover oficial de Letters pro Utada Hikaru no Uta em 2014. Então uma inédita lançada pelas duas era algo que parecia inevitável, apesar do loooooooongo tempo de espera. E Nijikan Dake no Vacance definitivamente não decepcionou, sendo uma midtempo inesperada sobre ter um caso belamente ilustrada pelo clipe futurista em que Utada e Shiina se encontram em Marte. A faixa num primeiro momento não soa tão diferente de tantas outras similares a essa lançadas por atos indies coreanos, mas a maneira como Utada canta e o que ela está cantando eleva o material e faz dessa uma midtempo tão especial quanto tantas outras que ela lançou na década passada.

07° TIFFANY – I JUST WANNA DANCE

[2016.05.11] I Just Wanna Dance

Se você me dissesse no final de 2015 que um ano depois Grittany ultrapassaria todas as integrantes do SNSD para se tornar minha bias, eu iria rir na sua cara e dizer que você estava louco. Mas cá estamos nós, no final de 2016, e Tiffany de fato É minha nova favorita no grupo e de todas as novas solistas de SNSD, ela é a única com uma carreira solo realmente empolgante e que me deixou surpreso com sua consistência de imagem/som e que me deixou com gostinho de quero mais. Tiffany basicamente se tornou a Carly Rae Jepsen coreana, apostando num synthpop 80s melancólico que apresenta um contraste entre letra e instrumental interessante, que cria um clima agridoce bastante distinto. E claro, ainda tem o fato de Tiffany ser uma gritadeira descontrolada e nem ao menos esperar até o terceiro refrão pra mandar os melismas e os adlibs, já começando a gritar por cima da melodia logo no segundo refrão. Muito impaciente da parte dela. Esse tipo de coisa costuma me irritar de sobremaneira (ou eu curto apenas pela piada), mas I Just Wanna Dance simplesmente me conquistou.

06° PERFUME – COSMIC EXPLORER

[2016.04.06] COSMIC EXPLORER

Essa Era de Perfume foi uma bagunça absoluta. Foram muitos singles, alguns deles bem meia boca, outros parecendo sobras de Pamyu Pamyu. Então ouvir Cosmic Explorer abrindo o álbum de mesmo nome foi uma grata surpresa (let’s be real, Navigation é basicamente uma intro estendida pra Cosmic Explorer, as duas formam uma única faixa). A faixa é uma fatia de eletrônica psicodélica e retrô que estaria em casa num álbum setentista do Tangerine Dream, os pioneiros da música eletrônica. O clima de lounge/ambiência dos temas de sci-fis setentistas e oitentistas domina a faixa, então foi um crime não termos um PV apostando nessa temática (ou ao menos uma capa para o álbum que evocasse mais esse tema). Nada mais no k-pop ou j-pop soou remotamente como isso esse ano, um verdadeiro marco na discografia do trio.

05° IOI – VERY VERY VERY

[2016.10.17] MISS ME?

A reação dos capopeiros brasileiros a isso aqui foi hilária e quase tão boa quanto a própria música. De um lado, tivemos vários ONCEs pré-adolescentes despeitados por eu ter gostado mais disso do que de TT (como eu ousei fazer isso???). Do outro, SONEs despeitados por eu ter simplesmente apontado que isso era um clone maravilhoso de Gee, em momento algum dizendo que era superior (a audácia de uma música ser melhor que Gee, não é mesmo?)… enfim, foi uma bagunça. E por politicagem de fandom pouca gente se deu ao trabalho de defender Very Very Very, um clone espetacular de Gee para 2016 feito com ainda mais açúcar, mais repetição e um BPM ainda mais alto. É basicamente Gee para a geração com déficit de atenção. Talvez todos os excessos façam de Very Very Very um pouco inferior ao original, mas quando temos um clone de um verdadeiro marco do k-pop, ser “um pouco inferior” já faz de você bom pra caralho, não é mesmo? JYP definitivamente sabe o que faz.

04° I.CIA – TIME BOMB
MELHOR FAROFA

[2016.05.04] Time Bomb

Porra, que farofa boa. Time Bomb é realmente o pacote completo quando eu penso em uma farofa capopeira. Tem lá o refrão grudento e repetitivo que vira piada em português (os “Tcheca tcheca tcheca tcheca tcheca I’m time bomb” são quase tão icônicos quanto Xisuta mandando os “I feel seu cu” em So Cool), tem lá a coreografia apelativa com mãozinha girando na tcheca e na bunda, os cenários baixíssimo orçamento numa sala de aula e num puteiro pra um mesmo clipe… e claro, a melhor bridge do ano. Time Bomb é o ápice da diversão estúpida e baixo orçamento que o k-pop teve pra oferecer esse ano, definitivamente as sucessoras espirituais das Pocket Girls nesse 2016. Isso sem contar a piada de que essa banda ICIA na verdade é a girlband SIDA que debutou no finzinho de 2015, mas que agora trocou de nome quando perceberam que SIDA é o nome da AIDS em várias línguas românicas. Como se essa música já não fosse boa o suficiente sem essa piada pra ornar, né? :v

03° UTADA – TOMODACHI

[2016.09.28] Fantôme

Tomodachi a princípio parece saída direto da discografia americana de Utada, mas o batidão hip hop pouco a pouco dá lugar ao violão e depois evoluiu pra um pagodão gostoso daqueles pra ouvir de trilha sonora no churrasco em família, algo que Utada não fazia desde o BAHIATRONIC MIX de Traveling, mais de dez anos atrás. Talvez minha coisa favorita em Tomodachi seja o véio que é feat. só harmonizando os refrões com ela e sequer tendo um verso solo. E isso porque ele é presidente da Tokyo Recordings e ainda assim topou ser backup singer pra Utada. RAINHA!!! A letra de Tomodachi é uma das menos interessantes no Fantôme, narrando uma simples paixão platônica de Utada por sua melhor amiga. Nada muito inspirado. Mas o instrumental é tão gostoso e a voz dela por cima tão relaxante que é impossível não querer ouvir Tomodachi de novo e de novo e de novo.

02° DAL★SHABET – SOMEONE LIKE U
MELHOR KPOP

[2016.01.05] Naturalness

Ninguém te julgaria se você não percebesse que Someone Like U se trata de um single do Brave Brothers. Primeiro porque esse conceito retrô 80s não se enquadra com o que se veio a associar com  o som dele (apesar dessa fôrma já ter sido usada pelo cara na excelente Love Options do BESTie). Segundo que o “Brave Sound Drop It” no começo é tão críptico que quase não dá pra entender. Mas tudo isso é irrelevante, o que importa mesmo é quão boa, grudenta e cativante Someone Like U é. Isso aqui saiu na primeira semana do ano e basicamente nada lançado no k-pop desde então fez DalShabet perigar perder a coroa no k-pop. O melhor single delas até hoje, e o melhor single do k-pop esse ano, com uma boa folga. Parabéns pra Léo Aquila e pras outras três integrantes restantes, porque eu ainda não cansei dessa faixa até hoje e muito provavelmente nunca irei.

01° UTADA – MICHI
MELHOR JPOP

[2016.09.28] Fantôme

O fato de eu ser stan de Utada tão abertamente deve ter deixado óbvio pra todo mundo que Michi seria a grande vencedora do meu top esse ano. E pra alguém que não curte o trabalho dela me ver dar o primeiro lugar do ano para o que é basicamente um número de tropical house após eu reclamar da modinha sem parar nos últimos meses pode até soar hipócrita. Porque sim, ouvindo só o instrumental de Michi parece que a faixa é só um tropical house daqueles semanais da SM Station, com um pouco de piano pra dar liga. Mas fazer isso seria desconsiderar o delivery passional de Utada e, ainda mais importante, a letra. Quando você presta atenção na letra você descobre que a música na verdade é tremendamente melancólica e agridoce, com Utada revelando como tem sido percorrer a estrada da vida sozinha, mas ainda tendo a certeza de que a mãe dela, que se suicidou em 2014, a acompanha em seu coração. É algo lindo, e o contraste entre o instrumental e a mensagem é intrigante e paradoxal, mas muito realista e ressonante pra qualquer pessoa que já perdeu alguém importante em sua vida. Nada chegou perto do soco emocional no estômago que Michi deu em mim, então é dela esse primeiro lugar. Bem vinda de volta, Utada.

STREAMING

Enfim, é isso do top100 de 2016. O ano realmente não foi lá essas coisas, rolaram muitas faixas ruins, muita faixa meia bomba, mas com sorte os pontos altos do ano ~quase~ compensaram e foram realmente marcantes, como todas as faixas no top25 bem mostraram. Com sorte 2017 mantém esses ápices, mas traz junto um plano de fundo mais dinâmico, variado e divertido. Fez falta esse ano. Feliz ano novo pra vocês, e torçam pra um 2017 menos homogêneo no kpop. Flwvlw!!1

Anúncios

149 comentários em “TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2016 (FINAL: 10° – 01°)

  1. nada do que eu já não esperasse,Find me em top 10 é minha única felicidade>>>>>Gee
    da licença Gee é boa,mas very very very inova muito mais com o refrão grudento e a capoeira no rap Hhaha
    PS: as nova do Aoa já saíram,achei Bing Bing uma merda apesar de ela soar mais Aoa do que a outra, porém Excuse me é um milhão de vezes melhor,já estou amando elas estão lindas ❤

    gogo PiranhAOAs ❤

    1. Sério, que paixão essa influência de “LOVEFOOL”/”Can’t Get You Out Of My Head”. Mais uma faixa de muita qualidade pra discografia delas – e pro kpop em geral -, que vai ser um tiro no pé se falhar miseravelmente (até usaram a voz de caminhoneira da Mina da forma certa, ué ❤).

      É isso que tem de estar na *parede inquebrável* dá indústria coreana. AOA rainhas, o resto nadinha.

        1. Nossa vocês ai falando de Can’t Get You Outta My Head me lembrou da falta que a Kylie faz nesse mundo , essa mule precisa fazer um comeback urgente , tipo pra ontem , saudades dos albúns maravilhosos dela ;_;

        2. @IAMTWINKLEMERMO O último álbum da Kylie não tinha sido aquele que o lead single era Sexercise? Eu nem cheguei a ouvir ele ainda pois não gostei do single. Mas ela definitivamente precisa voltar mesmo, melhor ouvir músicas fracas dela do que as da Katy Perry e da Lady Gaga.

    2. Ah, quando eu ouvi Excuse Me pela primeira vez nem tinha notado que a Jimin fala “hey” umas três vezes, agora que parei de ouvir Bing Bing e fui pra outra faixa eu percebi que ela está do jeito que eu queria (no caso, com a presença dos “hey”), e o refrão dela é melhor que o de Bing Bing.

      PS.: Tem uma coisa que me deixou com curiosidade: onde foi parar o “brave sound drop it”? Talvez ele esteja aí e seja só culpa do meu déficit de atenção já comprovado hoje duas vezes, primeiro com o fato de ter entendido errado uma piada e depois ao ter ignorado a existência dos “hey” em Excuse Me.

  2. JÁ SABIA!! Eu disse que quem pegava era ou Dalshabet ou Utada 😁😆😆 acertei quase tudo só não esperava o tcheca theca e Very Very Very_achei ela tão simples que nem imaginava pegando uma posição maior_ Tiffany, realmente se tornou minha quarta, porque as primeiras sempre será Hyoyeon, Sooyoung e Yuri 😘 e depois que o pessoal jogou hate nela por causa daquilo da bandeira não curti_ igual com o do AOA_ e vou seguir a carreira de solista.
    Feliz Ano novo 🎉🎉

  3. Nunca vou entender esse gosto por Neomu Neomu bosta.

    Mas gostei de ver isso no top10 só pela indignação de onces e sei lá mais que fandoms se rebelerão por seus faves não conseguirem melhor posição que isso. (Nada contra seus faves though, tb sou do time TT (e muitos outros releases de 2016) >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> neomu bosta)

  4. Oh God! Amei o top 10! Com exceção de Alladin (não gosto muito desse estilo de jpop não sei pq), gostei de todas músicas.

    Consegui adivinha boa parte das músicas que estariam nessa parte do top, mas cheguei a me preocupar se tomodachi estaria na lista,porque por algum motivo maluco achei que você não colocaria 3 (T-R-Ê-S) faixas do Fantôme no top 10, ainda bem que eu estava enganadíssima e logo cai em si que ela está de fora era basicamente impossible, Tomodachi é minha faixa favorita do fantôme seguida de Michi, mas eu entendo completamente a ordem escolhida e aceito calmamente!

    O que foi esse ano tão fraco pro kpop que só foi parcialmente salvo pelas notas maravilhosas desse blog, pelamor de Deus Bruno nem pense em para de escrever porque detestaria ter que voltar aos outros sites de kpop/jpop por ai que levam tudo a serie demais!! Não obrigada!

    PS: Vai rolar comentário sobre o MV (os mvs melhor dizendo) das AOA? Ainda nem vi, mas já estou panfletando aqui

  5. “Excuse Me” – AOA será repeteco de “Someone Like U”, tipo número dois do Top 2017.

    O número 1 será das minhas Queens, que estão com um coelhão na cartola (Inspiração de Bing Bing)

    Quem tem ouvidos que ova!

  6. Ué cade aquela historia de tu não ser fã da Tiffany? :/

    Enfim pra mim AOA merecia o primeiro lugar nisso ae, junto da Nana Mizuki com seu Novo Album que esta d+.

  7. Foi um top 10 esperado, mas não necessariamente quer dizer que eu concorde – então fico no aceito calmamente, já que só duas faixas aí saíram da minha aposta inicial e até a ordem delas ficou praticamente o que eu imaginava. Mas uma coisa é certa: se por um lado fico feliz de Utada ter salvo todos nós, por outro 2016 não merecia algo como ela sendo o ano bosta que foi.

  8. Perdoo 100% WG não aparecer no top 10 com Michi em #1, fora todas as outras musicas do Fantome que estão pelo top 100 de 2016, acho ate que faltou uma menção de que foi o melhor álbum de 2016, mas todos já sabem né?

  9. Bom o que dizer desse top 10? praticamente todas as faixas já eram imagináveis

    infelizmente i’m jelly baby, sketch, L.I.E, one of these nights não deram as caras no top mas respeito a opinião do Bruno

    ouvi Michi e realmente achei maravilhosa, o instrumental é bom mas fica melhor ainda acompanhado da voz da Utada

    realmente incrivel, mas não achei pra baixar alguem me ajudaaaaaaaaaa

    @BRUNOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    tirando isso

    todos os kpops do top 10 são bons
    foi um ano não mto legal para o cenário capopeiro mas mesmo assim não foi tão terrivel

    uma pena que 2015 não se repetiu

    mas é aquele ditado vamos fazer o que

  10. I Just Wanna Dance em 7º tá ótimo, mesmo que para mim tenha sido a número 1 de 2016 ❤
    Duas primeiras posições eram mesmo previsíveis para quem acompanha sempre o blog. Someone Like U não estaria em uma posição tão alta na minha lista, mas ainda não cansei de ouvir! Já Michi foi uma das poucas de Jpop que eu tenha me arriscado ouvir no ano passado e gostado, então tá valendo.
    Mas a maior surpresa foi neomu neomu neomu, que nunca imaginaria estar no top 5, mesmo sabendo que o Bruno tinha curtido bastante @_@

  11. Se alguem quiser ouvir mais de deustada acessem o site Utada Hikaru Brasil(só jogar no google) e acessar o Hikkitube no facebook que tem todos os hinos e suas escrituras legendadas em pt e em inglês. E pra baixar o Fantôme vão no http://eimusics.com/utada-hikaru/.
    Não participo de nenhum dos sites mas fiquei um bom tempo procurando deustada pelo youtube e sofri por não achar pois, pelo jeito deustada não divulga muito seu trabalho fora do Japão.

  12. Acertei 6 das músicas do top 10, profetizei, mas agora que eu descobri que FLASH é desse ano prefiro ela NO MÍNIMO tocando de lugar com COSMIC EXPLORER.

    CADE O RESTO DO FANTÔME?!?!?!?

  13. No geral, foi um bom top 100 para um ano não tão bom (convenhamos que não foi TÃO ruim assim), Feliz ano novo pro fandom supremo dos K7’s.

    QUE EM 2017
    – Seu grupo fav esteja destruidor no sexy consept.
    – Que ninguém de disband (com exceção de Apink pois não custa sonhar).
    – Que f(x) vomite seu quinto full álbum.
    – Que as coxas de Hyosung estejam mais deliciosas que nunca.
    – Que consertem o nariz da L.E.
    – Que a CL flope muito nos EUA.
    – Que T-ara reconquiste o amor da nação.
    – Que as nugus reinem.
    – E que Utada nos guie para um mundo melhor.
    Um Xero e um bejo pros K7’s

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s