Pacotão de Oppas (07/04): Winner, Highlight, B.A.P e mais uma caralhada de boybands comentadas pra vocês!!

Daí que mais um mês se passou, então chegou a hora de mais uma mixtape mensal do ASIANMIXTAPE… mas antes da mixtape, obrigatoriamente tem que rolar um pacotão de oppas em que eu filtro todos os comebacks de boybands do mês que passou, pra ver se umas duas ou três faixas se salvam e dão as caras na mixtape do mês, que assim não fica 100% feminina (só uns 95%). Senão me acusam de ser misândrico e alienador e mimimi e aí não dá, né? Então hora. do. sacrifício, vejamos o que se salvou do lado dos manos em março (e também nesses primeiros dias de abril):

[HIGHLIGHT – PLZ DON’T BE SAD]

Então isso aqui é B2ST após todos os integrantes (tirando aquele lá, aquele do troublemaker) fugirem do naufrágio que é a Cube? Pelo visto a Cube é a maior cuzona e bloqueou o acesso deles ao nome original e catálogo do grupo (até a Nega Network deixou BEG continuar sendo BEG), então agora eles são HIGHLIGHT. E honestamente? Não existem lá muitos ~pontos altos~ pra destacar nessa “Plz Don’t Be Sad”. Ela é legal até, mas esse tipo de k-pop rock inofensivo com coro coldplay cheio de “woh-wow-oh-wowowow” não faz muita coisa por mim não. Eu gostei dos sintetizadores meio 80s no refrão, pelo menos. Achei que deu um *tchan* a mais. E “Pfvr Naum Fica Triste” é definitivamente melhor que a outra faixa desse re-debut deles…

[HIGHLIGHT – IT’S STILL BEAUTIFUL]

…isso aqui não está necessariamente ruim comparado à media das baladas mela cueca horrorosas que costumamos ter como pré-lançamentos de comebacks na Coreia, mas se eu pudesse ter esses quatro minutos de volta e agir como se eu nunca tivesse ouvido isso, estaria de bom tamanho.

[GOT7 – NEVER EVER]

Eu curti isso aqui até, o melhor single deles desde If You Do. Mas Nébo Ébo pra mim é só mais uma numa pilha de evidências de que GOT7 não vai acontecer. Eles não tem cores próprias, cada comeback novo é como se eles estivessem correndo atrás da bola da vez, e em momento algum fica claro qual é a ideia por trás do grupo, qual a proposta deles. GOT7 não cria tendências no capope, eles correm atrás das tendências já em voga e pronto. Desse jeito não vão conseguir sair da série B nunca, mais de três anos de carreira e mesmo os singles deles vendendo satisfatoriamente bem, nenhum teve impacto cultural na Coreia. Uma pena, eles até tem singles bons (ignorem 2016).

[B.A.P – WAKE ME UP]

Tá legal essa WAKE ME UP. Nada de inovador, mas é um pop rock bem dramático e melódico, e B.A.P só funciona quando segue essa linha (wtf aqueles singles aegyo ou de funk, nada a ver). E sabendo o quanto eles ganhavam por mês até se rebelarem e ameaçarem pular fora da TS, dá pra entender por que os manos do B.A.P se dão tão bem com números passionais e dramáticos assim. Só quem já ganhou um salário mínimo pra trabalhar doze horas por dia comendo duas folhas de alface consegue passar essa angústia e desespero no olhar.

[BTOB – MOVIE]

Eu nem lembrava que esse grupo existia, sério. E considerando esse comeback aqui, logo logo eu esqueço que eles existem de novo. O clipe é bem mais legal que a faixa, curti os filminhos caseiros deles inspirados por clássicos e tal. Mas essa faixa aqui, exatamente essa, é lançada semanalmente por três boybands coreanas diferentes, então posso garantir que isso aqui vai passar LONGE da mixtape de março, apesar de ser ~agradável, mesmo que esquecível~ (eu sei que vocês adoram me trollar quando eu falo isso, então divirtam-se nos comentários).

[BIGFLO – STARDOM]

Lançando esse tipo de bobagem vidalok oppa fodão traficante mega genérica e sem graça, vocês podem ter certeza que o estrelato está BEM LONGE pra BIGFLO. Assim como uma possível vaga na mixtape de março.

[MVP – TAKE IT]

Uma tentativa mais válida de faixa uptempo energética de boyband do que a bobagem anterior. Gostei do teor distorcido do instrumental, ficou diferente. E os versos saídos diretos de um arcade tão legais também. Não sei se lembrarei desse negócio nas próximas vinte e quatro horas, mas ver até o final não foi um parto feito na faixa do BIGFLO. Então ponto pra MVP. PS.: Entretanto, eles definitivamente não são os MVP desse pacotão, abraços.

[ROMEO – WITHOUT U]

Boa faixa bonitinha de oppa apaixonado, esses nugus aqui continuam sendo um dos grupos mais consistentes entre as boybands rookies. Isso porque as pessoas por trás de ROMEO sabem o que querem fazer com eles (um oi pra GOT7): reproduzir a dobradinha Sweetune-Infinite em começo de carreira, com ou sem Sweetune (Eu nem sei se Sweetune produziu essa aqui também, visto que Miro, o penúltimo single de Romeo, não é dele. Vai saber). Gostei!

[SNUPER – OH YEAH!!]

VOCÊS SABIAM que Snuper debutou no Japão e já está em seu segundo single? NÃO SABIAM???? Poisé, a maioria das pessoas não sabem nem que eles debutaram na COREIA, imagina essa coisa de debutar no exterior, né? E considerando quão tenebroso é esse negócio filmado na frente da escola que serviu de cenário pro PRODUCE 101, o pessoal vai continuar sem saber que eles existem, mesmo Snuper tendo lançado tipo uma das dez melhores faixas de k-pop do ano passado. Dureza.

[VICTON – EYEZ EYEZ]

Esse é exatamente o tipo de faixa que uma boyband novata tentando ser trendy lançaria, com exatamente esse tipo de clipe também. Esse combo é quase a versão masculina da “bobagem-aguda-demais-com-instrumental-entulhado” que girlbands como Oh My Girl, Sonamoo, Dia e Laboum lançam e nunca chegam a lugar algum. E algo me diz que Victon está indo pelo mesmo caminho.

[SEVEN O’CLOCK – ECHO]

HAUHAUAHAUHAUAHUA O T.O.P ali no meio cantando algo que estaria em casa como b-side de um lançamento do B.A.P em 2015, sério. A coisa mais marcante aqui é a coreografia mal sincronizada e realizada como se eles fossem idols japoneses que não precisam treinar coreografia porque ninguém se importa com isso no Nihon. Me respeitem, se respeitem.

[IMFACT – TENSION UP]

Nossa, uma música com refrão! Em que ano estamos?

[DAY6 – HOW CAN I SAY]

Melhor do que o single deles de fevereiro, mas ligeiramente inferior ao de janeiro (que eu nem lembro mais o nome, mas que foi bem legal). Na verdade o single de janeiro e esse de março obviamente saíram da mesma fôrma, são bem similares em estilo e delivery. E tão certo eles. DAY5 funciona muito melhor com um tempo mais alto e com as guitarras ligadas pra variar.

[RAT MONSTER, WALE – CHANGE]

Não é ruim, mas é longa demais. E eu pessoalmente prefiro rap em faixas mais rápidas e agressivas… ou em coisas totalmente trash. Essa coisa suave e chique é muito morna, acho que o Rat Monster poderia dar uma ligada pra Yezi ou Jimin pedindo dicas de como conseguir um instrumental decente, faria bem pra ele. (bjo, ARMYs)

[WINNER – REALLY REALLY]

Se isso aqui fosse de uns nugus ninguém acharia nada demais, é só uma faixa de tropical house sem diferencial algum, não fede nem cheira. Mas pelo menos saiu a letra “X” de “EXIT” não é mesmo? :v

[WINNER – FOOL]

AH, NÃO. ESPERA AÍ. Quer dizer então que a YG safada só cancelou o projeto EXIT e resolveu pegar esse lançamento pra debochar do membro que saiu/foi chutado chamando esse EP de “FATE NUMBER FOR”??? Que calhordagem. Mais calhorda só o fato de terem dado pros quatro restantes uma balada esquecível dessas. Mas é aquela coisa, né. 50% dos singles saindo da YG esses dias são baladas absolutamente apáticas e sem graça, pra que os atos sejam validados como artistas pra fanbase cativa da gravadora se sentir superior aos outros fandoms capopeiros. Mas comigo pelo menos isso não cola. Chega por hoje.

UFA. Finalmente acabou essa bosta. Olha, março nem foi de todo o ruim pras stans de boybands pelo que deu pra ver, a única faixa ofensivamente ruim foi daquele BIGFLO, o resto foi no máximo tolerável e/ou dispensável, com umas duas ou três que realmente funcionaram, caso do ROMEO, B.A.P e HIGHLIGHT. Aguardem pacientemente a presença desses atos na mixtape que chega nesse fim de semana. flwvlw

Anúncios

150 comentários em “Pacotão de Oppas (07/04): Winner, Highlight, B.A.P e mais uma caralhada de boybands comentadas pra vocês!!

  1. Pontos pro MVP pois os membros são os mais gatos do Pacotão, principalmente o de cabelo branco (Depois vem o GOT7)

    Em música nenhuma me agradou muito, nada que me faça parar de ouvir o Sixbomb, parece que o bruno só fez pq pediram mesmo.

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s