Power vocalist Tomomi Itano agora é cantora séria e não quer mais saber de farofa e injeções labiais de botox

A vidalokaliciosa cantora, atriz, tarento e ex-idol dos lábios mais naturais do Japão, Tomomi Itano está de volta com um novo single pra abrir seus trabalhos para o novo ano. Pra quem não conhece a bocuda, Tomomi é uma ex-AKB48 que, ao sair do grupo, começou a lançar vários pancadões e farofas com sua voz horrorosa anualmente: em 2014, teve o hino do Campari Come Party,em 2015, Gimme Gimme Luv, em 2016, OMG. Em 2017 infelizmente Tomomi desacelerou as coisas pra lançar uma bobagem Disney Channel fofinha e recatada estilo Kana Nishino. Mas com sorte as coisas melhoram agora em 2018, afinal, com as Olimpíadas de inverno, estamos passando por uma seca braba de lançamentos (eu não estaria fazendo post solo pra Tomomi Itano não fosse isso, né). Com vocês, Just As I Am:

Eu honestamente queria entender o que Tomomi Itano está fazendo com sua carreira. A baladinha aí em cima não está ruim, mas está tão longe do que funciona com a voz inexistente dela que me choca ver isso sendo lançado como single. Não como b-side, não como album track que ganha clipe, mas como um A-SIDE DE SINGLE FÍSICO. Com clipe internacional gravado no deserto de Nevada e na Califórnia como se ela fosse algum ato da SM Entertainment, ainda por cima:

ela arrisca até umas mariah hands, de tão baladeira que ela está

Eu até entenderia Just As I Am ser lançada como single se Tomomi estivesse num estágio da carreira com múltiplos singles anuais, mas no ritmo desacelerado atual em que ela se encontra, lançando apenas um single por ano, fica difícil defender. Porque essa pataquada é provavelmente a única coisa que teremos dela em 2018, e definitivamente ninguém lembrará disso quando março chegar. Tomomi deveria estar numa vibe FAKY correndo atrás das modinhas ocidentais da hora pra ser reconhecida como trendsetter e uma cantora na curva da onda, porque ser contemporânea em meio ao som parado no tempo do j-pop era a única coisa que ela tinha a seu favor. O que resta agora?

 

Anúncios

29 comentários em “Power vocalist Tomomi Itano agora é cantora séria e não quer mais saber de farofa e injeções labiais de botox

    1. Pois vou falar viu… meu sonho é uma review do Une Annee do apink
      esse álbum é ótimo, e ainda tem a maravilhosa Hush (e as melhores bsides da carreira ‘i got you’ e ‘boy’).
      Claro que temos uma BUBIBU e uma baladinha com nome da data de debut no meio, mas o resto é ótimo e vale a pena ouvir

    1. Dúvida: as duas são a mesma pessoa? A da esquerda, tá óbvio quem é, mas se a da direita também for ela, podemos ver que rolou uma plástica considerável aí…

        1. É, a primeira era inegavelmente a ViVi (interessante que ela já tinha o mesmo rosto antes de debutar com a BBC, inclusive com o queixo finíssimo), mas a Tomomi tá bem diferente.

          Falando na ViVi, pra quem não viu, ela agora se juntou a Kim Lábio, JinAlma e Vai Venceu no time das loiraças belzebu do LOONA:

  1. Pensar que por muito tempo acreditei que seria Tomomi a puxar a coroa de solista incompetente porém dos ❤ nossos corações ❤ da Namie.

    Só que né, tá rabeirando pro anonimato cada vez mais rápido. Acho que ninguém da nova geração do Jpop tem capacidade técnica e (?) lúdica para se manter por muito tempo. Kyary já morreu, Tosca da Franja é um feto mal concebido, Beverly é datadíssima e por aí vai.

    1. poisé, eu achei que as semelhanças físicas seriam o suficiente pra Tomomi chegar ao topo, mas estava enganado.

      A verdade é que a Era das Solistas realmente está morta e enterrada, não vejo NINGUÉM atualmente que consiga ser relevante a ponto de competir com exile tribe, grupos 46/48, johnny’s e bandas de poprock. Acabou mesmo. =/

        1. Ah… é, nesse caso, infelizmente eu concordo. Confesso que comecei a gostar das músicas da Yup’in (aquela cantora que formou o megazord de flops com o FEMM e o FAKY), mas o tipo de música que ela faz parece ir na contramão do que faz sucesso no Japão – e o fato dela lançar músicas de vez em quase nunca e com divulgação quase inexistente também não ajuda…

  2. É triste que o capope tem que parar por 5 minutos para termos posts solos de atos japoneses. E mais triste ainda é o fato dos posts serem de músicas +-/méh.

  3. Se a Tomomi já era difícil de ouvir com farofas e bops pesadíssimos, imagina como cantora de balada. Eu to perplexa.

    E aquele single que ela tentou emular a Kana… Nossa… Nem a Kana teria coragem de lançar aquilo, e pelo visto todas que tentam emular a Kana conseguem superar ela em horrorosidade musical.

    Eu jurava que ela cantaria esse tipo de música quando saísse das AKB48, e não quando estivesse já com seus 6-7 anos de carreira solo. Eu acho que se a gravadora dela fizer esforço sai o single de verão, e torcer pra que ela volte as raízes.

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s