ALBUM REVIEW: Koda Kumi – AND

Koda Kumi está de volta com seu TERCEIRO ÁLBUM desde o Walk of My Life. SIM, terceiro. Eu também estou chocado, visto que aquele foi o último álbum de Koda a ser bem trabalhado pela avex, com uma série de singles nacionais com algum tipo de relevância e, honestamente, é também o último álbum de Koda que eu sequer lembro vagamente. O W FACE ~Outside~ tinha aquela “SIM, QUENGA, SIM, QUENGA, LACRA”, o ~Inside~ tinha Shh! (que eu nem lembro direito como soa e só lembro do nome mesmo) e… e… é, só isso mesmo. Vejamos se as coisas melhoraram nesse novo lançamento, que parece estar saindo cedo demais, ainda mais que OUTRO álbum dela já foi anunciado pro fim do ano. Enfim, AND:

Eu não entendo exatamente o que está acontecendo no QG de Koda pra ela lançar quatro álbuns em menos de dois anos, mas isso não me cheira bem. A impressão que fica é que Koda está queimando todos os álbuns que ela ainda tem em contrato com a avex o mais rápido possível, porque mesmo no mundo fabril de quatro-singles-e-um-LP-por-ano da gravadora japa, esse tipo de coisa soa exagerada. Quem está tentando liquidar o contrato aqui, ela ou eles, alguém sabe dizer?

Porque eu não sei, mas não consigo pensar em outros motivos pra essa série de lançamentos a toque de caixa. Isso simplesmente não é saudável pra carreira de um artista e pode levar a uma saturação grave de sua imagem e seu som, e é basicamente (e infelizmente) isso o que temos aqui.

Koda sempre foi uma artista de lado red/lado velvet antes mesmo do k-pop aparecer com essas firulas, transitando entre baladinhas motivacionais e hinos de piranhagem urban sem grande esforço. Koda fazia essa dicotomia funcionar com vocais tremendamente marcantes, mas acima de tudo, com carisma e uma imagem forte. Koda sempre foi uma artista visual (você quer, Beyoncé?), e por mais que seu som fosse estático, ela encontrava maneiras criativas de entregar a mesma coisa em embalagens chamativas ligeiramente diferentes.

Koda marinheira piriguete, Koda pierrot piriguete, Koda gueixa piriguete, Koda rainha piriguete, Koda piriguete piriguete… olhando a imagem aí com algumas das diferentes Eras de Koda, se tem a impressão de que o material dela muda drasticamente a cada dois anos, mas essa é uma transformação meramente cosmética, com no máximo o lead single do álbum incorporando a ideia da vez. Lá no fundo todos os álbuns apresentam variações dos mesmos conceitos, e Koda fez isso funcionar até 2015 sem grandes problemas.

Eu não sei o que aconteceu em 2016, mas de lá pra cá o orçamento dela despencou gritantemente, e junto dessa queda veio o impensável: ao invés de Koda desacelerar o ciclo de vida de seus álbuns, ela acelerou como nunca, chegando ao estado atual em que ela usa uma mesma Era de singles (agora exclusivos pra tours e não mais nacionais) pra preencher dois álbuns diferentes ao mesmo tempo (coisa que ela está fazendo pela segunda vez após W FACE, agora com AND/DNA).

E vejam só, esses novos singles trazem aquele algo a mais que sempre fez o material de Koda funcionar. PARTY por exemplo é um farofão divertido e que faz ótimo uso do vocal dela, com um engrish péssimo e sing-along irresistível. LIT também tá boa, flertando com surf music e trazendo uma Koda retrô que não dá muito as caras nos álbuns dela e honestamente poderia aparecer mais, porque essa é uma sonoridade que casa muito bem com o vocal rouco e mais grave característico da piriguete fodona oficial do j-pop…

…mas lá no fundo fica a impressão de que algo está errado, que algo está deslocado. Falta brilho nos clipes e toda aquela pompa que fazia até as mais genéricas bobagens dela virarem hino. Koda ainda parece se importar com seu material, mas todo o suporte em volta parece ter desaparecido e ela está tendo que se virar com clipes furrecas e meio vergonha alheia pra manter as aparências de que tudo ainda está como antes, quando claramente não está.

É meio triste de se ver, e frustrante também. W Face ~Inside~ e ~Outside~ deveriam ter sido um único álbum de treze faixas (com um interludiozinho e uma intro pelos velhos tempos), com mais faixas trabalhadas como singles pra criar hype. E eu ainda não ouvi DNA, é claro, mas sinto que a mesma coisa está acontecendo agora com AND e seu irmãozinho mais novo. AND tem faixas mais agradáveis e menos tenebrosas que os W Faces, mas aquelas bombas tinham ao menos uma coisa a seu favor: conceito.

AND como um todo é tão paleta em branco quanto esse clipe pra basiquinha NEVER ENOUGH aí em cima. Não tem ambição, não tem direcionamento, não tem orçamento e traz apenas uma Koda desesperada no meio tentando fazer uma demo comprada cinco anos atrás funcionar apesar dos pesares. A total ausência de conceito pra segurar AND como aconteceu em seus álbuns passados deixa ainda mais gritante a total falta de direcionamento e a saturação das diferentes facetas de Koda Kumi, o álbum parece mais largado e cheirando a mofo do que nunca.

Ironicamente, em meio a tudo isso, eu achei AND uma ouvida muito mais agradável que ambos os W Face. Genérica e esquecível pra caralho, mas uma ouvida onde nada ofende. WHO e OUTTA MY HEAD até mesmo funcionam genuinamente. A primeira é tão datada que traz até mesmo CL-autotunada-robô estilo 2NE1-em-2010 pra cantar no refrão do farofão, enquanto a segunda funciona pelo delivery vocal mais dramático e passional de Koda em um bom tempo. Já as outras não mencionadas eu honestamente nem lembro mais, e isso que eu estou ouvindo este álbum enquanto escrevo. Mas como disse, não são ruins nem nada e numa ouvida corrida funcionam. Só que ninguém vai lembrar amanhã.

Talvez com algum tipo de conceito por trás (caminhoneira piriguete? Chefe de cozinha piriguete?) e uma caralhada de clipes caros por trás e as outras faixas brilhassem mais, mas sem isso a fachada não se segura, e AND como está expõe todos os problemas da carreira de Koda de maneira brutal. Não é um álbum que eu recomendaria para um iniciante, sendo mais um caso de LP que prega pra convertidos. E vendo as vendas e orçamento desabando em meio a mais e mais álbuns, pela primeira vez eu sinto que o fim pode estar perigosamente próximo. E infelizmente (e injustamente) no caso de Koda, ela não vai sair por cima como Namie. Mas merecia.

MAIS KODA: Bon Voyage | Walk of My Life | W FACE ~Inside~ & ~Outside~

Anúncios

62 comentários em “ALBUM REVIEW: Koda Kumi – AND

  1. Ah não… as capas do W FACE ainda faziam um sentido apesar de ruins, essas é apenas ela posando pra capa de álbum nacional da trilha de Malhação.
    O álbum realmente é bem melhor que o W FACE num todo.. mas as raríssimas boas do W FACE (Bassline e Insane) soam melhores que as melhores do END.. digo, AND ;-;
    O clipe da Koda parece ter um orçamento maior que os tenebrosos clipes do W FACE.. mas ainda assim é triste.
    Pra mim a Koda não lança um álbum onde a MAIORIA das músicas sejam realmente boas desde o morno DejaVu que na época o povo já zoava por ser bem abaixo do padrão Kumi de qualidade.. mas quem diria que depois daquilo tudo iria piorar.. menos Japonesque.. pq ele é melhor que DejaVu apesar de ser chão pros álbuns pré-UNIVERSE.
    Musicalmente Koda tá morrendo.. as tours dela estão cada vez piores.. a voz dela soa cansada até ao vivo.. visualmente idem.. uma pena.
    Fico com WHO, It’s My Life e Brain como as melhores do álbum.

    Infelizmente eu vejo tanto ela quanto Ayumi se aposentando num futuro bem próximo.. só resta saber quem sai primeiro .-.’

    1. Infelizmente vejo Koda saindo primeiro, quando quem deveria realmente se aposentar enquanto pode é Ayu…

      (e essas capas são básicas pra caralho, mas não me ofendem. Se fosse um single, seria melhor ainda. Mas como álbum de fato falta aquele *tchan* a mais, como disse no próprio texto)

  2. Lindíssimo, falou tudo nessa review do And, mas eu só to aqui pra pedir pra colocar um 71º lugar no top 2011, porque eu não sei como todos deixamos esse cristal musical passar despercebido

  3. Se Party for um dos pontos altos do álbum, a coisa tá feia mesmo pra Kumiko…

    E muito bem observado, ela adotar conceitos diferentes sempre foi um charme da carreira dela. E não só visualmente, mas nas ideias malucas que ela tinha, tipo lançar um single por semana ou mês pra no final juntar todos em um único álbum (que acabava sendo álbum novo e coletânea de hits ao mesmo tempo), lançar single quádruplo com o fim do MV de uma música sendo o começo do da outra, ou gravar uma mesma melodia com letras e arranjos diferentes (uma das versões ficou uma bosta, mas tudo bem) e lançar como single duplo (LOONA até seguiu essa mesma trucagem com as duas B-sides do single da YeoJin).

    Pena que essa Kumiko louca e criativa não dá as caras já faz muito tempo… a de agora é só louca, mesmo.

    1. Só pra ilustrar as loucuras antigas de Kumiko, temos a trilogia de MVs You, Feel e Lies, onde três amigos relembram suas desventuras (sexuais, óbvio) com ela:

      (tem um quarto MV que serve de epílogo pras três histórias, mas pessoalmente acho que nem vale a pena)

      1. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH ESSAS PÉROLAS!!!!!!!!!!!!!!1

        só pra constar:

        Gato narigudo da metáfora do dedo no umbigo>>>>>>>>>>Mano avulso das fotos>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> boy lixo hemofóbico afetado das facas!!!

        É incrível como a Koda criou o ero-jpop e ela mesma matou @_@ nunca mais veremos no mainstream japonês alguém que use esse tipo de foto qui pra divulgar trabalhos:

        RAINHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        1. Caramba, como eu ainda não tinha visto essa foto??

          E impressionante que, apesar de aparecer peladona, a Kumiko tá bem menos vulgar nessa foto do que em tantas outras que ela já fez… volta pra fase piranhesca metade-R&B, metade-jrock, Kumiko-sama!!

      1. Principalmente Aphrodite (no mal sentido já que tem muitas músicas genéricas esquecíveis) e Light Years (no bom sentido, já que nele as músicas genéricas estão ótimas justamente por não ter muita pretensão de mudança de estilo xD)

  4. Fazia tempo que eu não comentava por aqui. O caminho que a carreira da Koda tá tomando é bem triste mesmo e pelo visto o álbum do fim do ano vai seguir ladeira abaixo também. Algo claramente não está mais dando certo e no fim fica tudo com aquele gosto amargo. Sei não, mas acho que a fanbase da Kumi pode esperar uma notícia bem ruim muito em breve. Uma pena, porque eu também concordo que ela não merecia terminar assim.

  5. Eu fico muito triste vendo o estado atual da carreira da Kumiko, de verdade, parece que ta tudo sem direcionamento algum.(Tanto por parte dela quanto por parte da avex 😦 )

  6. Você não lembra mesmo do Inside já que a própria Shh é do Outside kkkkkk

    Achei que o segundo album ia se chamar END e ela ia anunciar aposentadoria rs (mas que não duvido que aconteça ate sei la 2020?) mas ja ta confirmado que é DNA então?? Quem sabe vem um conceito melhor…

  7. Licença Bruno, pessoal do AM. Venho panfletar essa mocinha chinesa chamada Ivy. Todo o mini dela tá muito bom, tem no Spotify, mas BGNLT é a melhor só pelo “lemme see that, get that ass up (???)”. Destaque também para a tal de Sdanny Lee (ou o tal?) trabalhadx no Amber concept.

  8. Eu tbm acho q esse tanto de lançado seguido da Koda seja pra algum termino de contrato, pq se for estrategia dela ou da Avex pra tentar vender mais eles vão quebrar a cara kkkk.
    O ultimo lançamento relevante da Koda pra mim foi o WOML, depois disso só veio coisa esquecíveis. O W FACE eu nem ouço.

  9. Nossa, temos uma opinião TÃO parecida sobre a Koda. Sobre como ela sempre usou a mesma fórmula com conceitos diferentes entregues a um carisma irreverente, que pra mim, não existe ninguém igual no j-pop. Eu até pensei em fazer um texto “explicando” o porquê a Koda caiu, mas estou avaliando muito a ideia.

    O AND é aquilo melhor que o W FACE, mas não deixa de soar datadíssimo, a sensação que eu tenho [vai ser difícil dizer isso], é que a estamos em 2018 e a Koda simplesmente não tá ligando pras novidades, porque esse papo de grana pra novas demos é meio méh, né? Se a RIRI que é uma total desconhecida chamou produtores de ponta da Ariana, Beyoncé, Kylie e J.LO, eu acho que a Koda [provavelmente uma das mulheres mais ricas da indústria artística japonesa – não estou pondo ela apenas na música, no geralzão mesmo] tem todo o cacife para contratar bons produtores.

    Chegamos a um ponto que descobrimos mesmo que a Koda não consegue se atualizar a ponto do pessoal achar “Party” incrível [não é você, são os stans dela], sendo que isso aí parece o que os BEP lançariam lá na época do I Gotta Feeling, saca? É pesado demais.

    Eu queria MUITO que a Koda tivesse essa revira-volta da Namie, masa popularidade caiu drasticamente e cai mais e mais a CADA ANO, chega um ponto que você não consegue mais reverter esse ciclo. E estamos nesse ponto com a Koda e Ayu.

    Sobre seu questionamento: Acho que Ayu sairá primeiro, ela não lança material novo há 2 anos, não dá indícios de um novo material e confirmou sua turnê de 20 anos de carreira em arenas. Eu tenho pra mim que ela deve fazer igual a Namie em 2017: Comemorar o aniversário e depois anunciar a aposentadoria. Só que no caso da Ayu, é mais grave, né, não é pelo flop e sim pela saúde. Muito pesado isso.

    A Koda deve ir pra uma gravadora menor e de algum sub-selo. Provavelmente lançando um álbum a cada dois anos ou algo assim. E depende muito do contrato, né? Se foi fechado por disco ou por ano mesmo, o mais lógico é por álbum, já que os lucros da empresa estão na distribuição de suas músicas. Mas assim, ela pode ser a artista mais famosa dessa pequena gravadora, o que lhe daria mais investimento, who knows.

    No mais é isso, vem o DNA e olha… Se depender de LIT, eu acho que o AND vai ser o sucesso dessa nova empreitada de dois discos por ano.

      1. Obrigada por seu apoio. Acho tão bacana isso seu. E desabafando aqui contigo, recebi comentários bem pesados sobre você.

        Mas desde o começo você sempre foi receptivo ao meu trabalho, nunca tive oportunidade de agradecer por isso. ❤

        E vou ver se posto entre hoje ou amanhã. ❤

        1. Textos e análises sobre a Kumiko são sempre bem-vindos; já aguardo pacientemente, ansiosamente, afetuosamente e outros “mentes” pela sua postagem sobre a rainha nipônica da promiscuidade!

          (ia acrescentar um “e da cafonice”, mas aí lembrei que Ayu existe…)

        2. Hahahahahahah, comentários pesados, sério? Acho engraçado essa máquina de rumores da internet. Minha presença online nos últimos quatro anos tem sido virtualmente nula, tirando esse blog e alguns e-mails inofensivos respondidos via o formulário de contato. Então honestamente nem sei O QUÊ poderiam ter pra falar. Que piada essa internet. :v

    1. Então, essa moça já vem sendo apontada como possível integrante do grupo desde o começo do ano; inclusive tinha quem especulasse que era ela a garota do teaser 11 (que sabemos que era a Go Won).

      Ela é bonita e parece ser uma rapper decente; o problema é que, se fosse ela, a BBC provavelmente já teria mandado ela desativar o Instagram dela (igual aconteceu com a Chuu), mas o perfil dela continua ativo…

    2. É ela mesmo.

      Aqui uma foto dela com o uniforme da unit ÉDEN.

      PROVAVELMENTE ELA SERÁ A FACE DO GRUPO, JÁ QUE É FAMOSINHA. BEM VINDA!! SERÁ QUE ELA TBM VAI SER RAPPER LINE??

      NÃO QUERIA OUTRA RAPPER.

      1. Uia, será que os fãs chutaram que ela era a 11 quando na verdade ela era a 12?? Como eu disse antes, ela é bonita e é uma rapper decente, então se for ela mesma, fico feliz! E nem vejo problema na terceira unit ter duas rappers, até porque Chuu e Yves já garantem que vai ser a unit com os vocais mais fortes do LOONA.

        Sobre ser a face do grupo, vale lembrar que a Chuu também era relativamente conhecida antes de entrar no LOONA (o que explica o MV dela ter chegado a 1 milhão de views em menos de um mês – se bem que a visibilidade que o MV ganhou nos blogs LGBT também ajudou…), a Yves era modelo, e a Go Won não era nada mas mesmo assim tem o single mais vendido do grupo na Gaon, então qualquer uma delas poderia ser a face…

        1. Concordo, uma unit que tem Yves e Chuu como main vocals, o resto será apenas um tempero.

          Tomara que ela mande melhor nós rappers que a GO WON.

    3. Só sei que muitos vão confundir a moça com a CHOERRY, e as coisas só vão piorar quando juntarem as 12. Descobrir quem é quem vai ser difícil.

      Antes pintasse o cabelo da menina de vermelho pra ser a ruivona! Pelo menos finge!

      1. Com essa expressão facial específica (patenteada por Bruno-senpai como “cara de cu”), sim; mas acho pouco provável que o sorriso dela seja parecido com o da Choerry. O sorriso da nossa amada Ceroeja é único!

        1. Essa menina muda de cara o tempo todo. Essa manja das técnicas de maquiagem.
          Espero que ela coma o morango que deixa o cabelo vermelho.

          Vivi escureceu ainda mais o cabelo

          Cabelo escuro tá na moda no kpop. ClC que o diga.

        2. Morango não pode, já é a fruta da Chuu… Uma melancia que faz o cabelo ficar vermelho, talvez?

      1. Parece que sim… e isso é ótimo, considerando que duas integrantes do AOA (antigo grupo full visual da nação) pioraram seus rostos sem necessidade.

        Bom, esse sábado finalmente saberemos se HanHee é mesmo a última loonática ou não, se o nome da última unit é mesmo “THE FIRST EDEN” ou não, talvez até a data do próximo MV (seja o solo da última mina, o da terceira unit ou o do grupo completo – a essa altura, qualquer uma dessas possibilidades é viável). Vai ser difícil segurar a ansiedade até lá…

  10. Qualquer um que seja fã das grandes divas do J-pop está triste com o rumo que a carreira da Koda levou. Se as coisas não melhorarem logo a aposentadoria é realmente inevitável. Koda, traz as farofas piranhescas de volta!

    1. Exato! Kumiko que é Kumiko tem que vir com hip-hops piranhescos, pop-rocks piranhescos e baladas dramáticas e sentimentais (que emocionam o público e dão um contraste nos shows, quando ela interrompe uma delas pra emendar um batidão piranhesco).

  11. tristeza…
    bruno, pfv, faz um post exaltando o passado da koda, a novinhada deve achar que essa mulher é estrume, mas mostre a eles o porque devem respeitar a deusa vulgar do j-pop :’I

  12. Queria ouvir os trabalhos antigos dela mas não sei muito bem pra qual lado ir, gosto bastante de juicy mas não escutei muito mais que isso não, um top eras dela seria muito bem vindo pro povo ter uma certa base e não acabar caindo em coisas ruins como os últimos trabalhos parecem ser

    1. Um topzinho 10 essencial dela pra mim seria:

      TABOO
      Koi no Tsubomi
      BUT
      Cutie Honey
      ECSTASY
      Aisho
      Crazy 4 U
      BE MY BABY
      Imasugu Hoshii
      KO-SO-KO-SO

      Espero q tenha alguma utilidade pra ti.. não coloquei JUICY pq vc já conhece :p

        1. Butterfly nem metade da própria fanbase curte… e pra apresentar uma artista que vive de piranhagem, não costumo apresentar balada… Aisho já está na medida certa.. é linda mas não vem com dramalhão…e Candy não pegaria nem top100 da Kumiko pra mim q

  13. Achei até o álbum bonzinho, mas senti que faltou alguma coisa. Só conheci ela a alguns tempos atrás e não dei muita mínima, até gostar de algumas coisas dela e o carisma que ela tem 😱
    PS. Mais Lit mesmo! Amo músicas nesse estilo e da ate uma alegria enquanto arruma a casa

  14. Só passei pra dizer que Who é uma regravação de uma musica de uma cantora romena(tão rampeira qnt a Koda Kumi). Quando escutei pela primeira vez, nem pude acreditar!
    O engraçado é que o video oficial sumiu……
    LADIDADI-Lariss

    1. “de uma cantora romena(tão rampeira qnt a Koda Kumi)”

      É possível ser tão rampeira quanto a Kumiko?? Se essa cantora romena tiver mesmo conseguido essa façanha, já quero dueto piranhesco delas pra ontem!!

  15. “Eu não entendo exatamente o que está acontecendo no QG de Koda pra ela lançar quatro álbuns em menos de dois anos, mas isso não me cheira bem. A impressão que fica é que Koda está queimando todos os álbuns que ela ainda tem em contrato com a avex o mais rápido possível, porque mesmo no mundo fabril de quatro-singles-e-um-LP-por-ano da gravadora japa, esse tipo de coisa soa exagerada. Quem está tentando liquidar o contrato aqui, ela ou eles, alguém sabe dizer?”

    RESPOSTA: OS dois querem liquidar o contrato, por motivos de “”””””””divergências criativas””””””””””””

    Depois de DNA certamente terá mais uns dois álbuns e é tchau e bença pra esse casamento!

    PS: tá procurando conceito isoladamente em AND? sendo que nem saiu o álbum irmão ainda pra agregar especulações???? kpop demais tá de afetando de novo Bruno XD

COMENTÁRIOS:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s