Resultados da Glorificante Enquete do ASIANMIXTAPE (parte 2)

Anteontem eu revelei a opinião de vocês sobre 2016 na primeira parte dos Resultados da Glorificante Enquete do ASIANMIXTAPE. Agora, chegou a hora de revelar as dicas de conteúdo/design e as ameaças que o ASIANMIXTAPE sofreu na seção de sugestões da enquete. Será que o seu comentário vai aparecer aqui? Será que as ameaças serão tão icônicas quanto a do fandom-sem-nome-mas-que-são-muitos do NCT?

…Bem, já aviso que não serão não, visto que o ASIANMIXTAPE está passando por uma boa fase e as pessoas me odeiam menos do que outrora. Abraços, haters. ❤

Continuar lendo “Resultados da Glorificante Enquete do ASIANMIXTAPE (parte 2)”

Resultados da Glorificante Enquete do ASIANMIXTAPE (parte 1)

Demorou, mas finalmente chegou a hora de revelar os resultados da incrível enquete de fim de ano do ASIANMIXTAPE. Demorou assim porque como eu deixei várias das questões com respostas livres, e isso significa que eu tive de compilar cerca de quatrocentas respostas individuais em cada uma das questões. Será que a votação corresponde ao fandom do ASIANMIXTAPE? Será que várias ARMYs invadiram a votação e fizeram BTS ganhar vários quesitos? Será que Utada acabou com Ayu e venceu no j-pop?

ayuutada

Descubram agora!!!

Continuar lendo “Resultados da Glorificante Enquete do ASIANMIXTAPE (parte 1)”

COSMIC GIRLS adiciona mais um clipe legal pra videografia. Yeonjung não grita de novo.

COSMIC GIRLS teve um começo desastroso por conta da falta de direção da Starship, botando o grupo pra fazer aegyo genérico e sexy concept ao mesmo tempo em duas músicas horríveis pro debut. Não tinha nada a ver com o conceito cavaleiras do zodíaco que todos imaginavam de um grupo tendo signos de gimmick. Felizmente o tom de Cosmic Girls foi corrigido pra Secret, que não só foi uma música melhor como também teve um clipe imponente e digno da proposta do grupo (além da adição da icônica Yeonjung). Agora, após o terceiro comeback das treze, chegou a hora de comprovar se Secret de fato recalibrou a imagem das Cosmic Girls ou se aquilo foi apenas um golpe de sorte:

Continuar lendo “COSMIC GIRLS adiciona mais um clipe legal pra videografia. Yeonjung não grita de novo.”

APRIL despacha Sawori pra geladeira da DSP em novo single puro e inocente (e água com açúcar).

Daí que todos sabíamos que April iria voltar #revamped nesse começo de 2017, com a eterna debutante Chaekyung e uma pirralha chamada Raquel de suplentes para Somin e a desistente que eu nem lembro o nome. Mas o line-up não é a única coisa relacionada a April a sofrer mudanças drásticas para a recalibração do grupo. A DSP também sumiu com os conceitos inocentes alegres (e ridículos) tipo o fadinha concept da icônica Tinkerbell e o Alpes Suíços concept da horrível Dream Candy, optando por diluir o diferencial de April (o trash) e transformá-lo num grupo 100% white aegyo de estudantes de colégio de freira feito Lovelyz e GFRIEND. Funcionou?

Continuar lendo “APRIL despacha Sawori pra geladeira da DSP em novo single puro e inocente (e água com açúcar).”

Paradise é boa, mas música é o aspecto menos relevante sobre o retorno de S.E.S.

Eu nunca fui grande apreciador de S.E.S. pelo pouco que eu ouvi delas. I’m Your Girl é bastante amadora, I Love You é inespecífica, Love parece filler de album… das que eu conheço, Just A Feeling e Dreams Come True são as únicas legais (a primeira por parecer um single das Spice Girls e a segunda por ter um instrumental único e instantaneamente reconhecível). Minha impressão do apreço de muitos pelo grupo sempre se resumiu mais à nostalgia pela infância/adolescência do ouvinte (tipo brasileiro com Rouge/Br’oz) do que pela qualidade dos lançamentos em si. E não tem nada de errado nisso. Mas como eu não ouvia k-pop quando elas estavam no auge, o catálogo de S.E.S. não faz nada por mim, logo, essa comemoração de 20 anos do grupo significava muito pouco pra mim musicalmente falando. Ela era importante mais por outros motivos, que eu comentarei melhor depois. Mas antes, o primeiro dos A-SIDEs, Paradise:

Continuar lendo “Paradise é boa, mas música é o aspecto menos relevante sobre o retorno de S.E.S.”

HEY! 2017 começa com o pé direito graças à AOA. #theprettygirlsareaoa

HEY!!! Bem vindos a 2017, K7s! Ano novo, vida nova! Mas com sorte temos AOA velho, porque algumas coisas não precisam mudar, não é mesmo? E esse AOA bom de sempre está marcando presença com não um, mas dois singles decentes pra comemorarmos o velório do horrível 2016. É AOA solidificando seus dois lados como todo mundo vem fazendo ultimamente: agora temos lado “com hey” e o lado “sem hey”, representados respectivamente por Bing Bing e Excuse Me. Começando pela segunda faixa, que foi a que eu mais gostei:

Continuar lendo “HEY! 2017 começa com o pé direito graças à AOA. #theprettygirlsareaoa”