O comeback de Girl’s Day não se equipara ao meu hype, mas I’ll Be Yours diverte.

Daí que após dois anos fora do jogo pra Hyeri ficar atuando em doramas e ganhar dinheiro em CFs, God’s Day finalmente está de volta para abençoar nossas vidas com k-pop chiclete grudento e despretensioso. Só restava saber se teríamos um trabalho habitual (no caso, uma farofa midtempo sensual ou uma farofa synthpop, basicamente as duas vertentes com que elas trabalham) ou algo fora da curva. Eu pessoalmente prefiro os trabalhos eletrônicos delas com Nam Ki Sang tipo Don’t Forget Me/Expectation do que o lado Dublé Sidekick estilo Darling, mas como essa faixa nova na verdade é de Ryan S Jhun (que colaborou com elas para Nothing Lasts Forever milênios atrás, mas que na verdade tem um catálogo super variado) eu realmente não sabia o que esperar. E olha, não saí decepcionado:

Continuar lendo “O comeback de Girl’s Day não se equipara ao meu hype, mas I’ll Be Yours diverte.”

O debut de PRISTIN não é perfeito, mas mostra potencial.

A Pledis fez tudo bonitinho pro debut de PRISTIN (tirando esse nome): montou o line-up predominantemente com as trainees conhecidas do PRODUCE 101, deu pras meninas que não venceram o programa um buzz single (uma bosta, claro, mas cumpriu o propósito de mantê-las vivas na memória), respeitou o curto ciclo de vida de IOI e esperou o grupo dar disband antes de debutar PRISTIN, não desgastando Nayoung e Pinky e mantendo a fidelidade e apoio da fanbase de IOI (comparem com a lambança que foi o debut corrido de Nugudan). Todas as peças estavam no lugar certo para um debut icônico, e a Pledis não decepcionou.

Continuar lendo “O debut de PRISTIN não é perfeito, mas mostra potencial.”

God’s Day lança calendário do comeback. Agora não dá pra adiar mais. <3

God’s Day adiou e atrasou tanto seu novo comeback (era pra ser em junho de 2016, passou pra agosto, depois pra setembro, depois pra janeiro de 2017 e agora estamos em março) que eu já estava quase como Minah no versículo bíblico que abre Something e mandando um “TU NÃO OLHA NA MINHA CARA E MINTA DE NOVOOOOORGGH” pra porra da Dream Tea Entertainment. Mas eis que saiu o calendário do comeback e agora não tem mais volta, contagem regressiva de DEZ DIAS PRO RETORNO está oficialmente iniciada:

Continuar lendo “God’s Day lança calendário do comeback. Agora não dá pra adiar mais. <3”

LOOΠΔ não está debutando uma integrante por mês durante doze meses, mas a sub-unit ⅓ compensa.

Vocês sabiam que a girlband LOOΠΔ está debutando uma integrante por mês durante doze meses? Não sabiam??? Poisé, isso está rolando desde setembro, quando a líder HeeJin foi revelada. Desde então, o futuro grupo revelou uma integrante por mês com um single solo… ou ao menos foi o que rolou até janeiro, já que em fevereiro LOOΠΔ fez a YG e atrasou o lançamento, não revelando uma minazinha aegyo com um clipe filmado na Bielorrússia ou sei lá onde. E ainda por cima quando março chega eles vão lá e lançam sub-unit ao invés de dar solo pra novata da vez? QUE PORRA É ESSA??? Eu não sei vocês, mas isso apitou meu TOC aqui violentamente, como assim??? NADA PODERÁ APLACAR MINHA FÚRIA E

Continuar lendo “LOOΠΔ não está debutando uma integrante por mês durante doze meses, mas a sub-unit ⅓ compensa.”

PRODUCE 101 está de volta, agora tentando recriar a magia com manos. #pingmeup

PRODUCE 101 finalmente retornará pra grade da Mnet dia 7 de abril, apresentando a criação do I.O.I de calças. Ainda não sabemos se o programa manterá 11 vencedores como na temporada original, mas a ideia de que os “produtores da nação” escolherão os integrantes, nomes e conceito do grupo se manterá. A diferença é que agora os produtores da nação não são oppas e ahjussis trintões suados introvertidos e frustrados sexualmente com tara em lolitas colegiais, mas sim ahjummas e unnies suadas e introvertidas e frustradas sexualmente com tara em lolitos colegiais. Tudo mudou, mas nada mudou, basicamente. Enfim, Ping Me Up Dois:

Continuar lendo “PRODUCE 101 está de volta, agora tentando recriar a magia com manos. #pingmeup”

Lollin’ é o melhor single das Brave Girls até hoje e ponto. 2017>>>

Daí que as Brave Girls voltaram segunda-feira basicamente ao mesmo tempo que GFRIEND. E como eu havia ouvido o single de Géssica primeiro e adorado, preferi segurar um dia ou dois antes de ouvir Rollin’, pra realmente aproveitar Pingotip antes de jogar outra coisa promissora no balaio surpreendentemente bom do k-pop esse ano. Mas agora eu já ouvi Rollin’ e posso dizer sem sombra de dúvidas que esse é o melhor single delas nesses seis anos de vida:

Continuar lendo “Lollin’ é o melhor single das Brave Girls até hoje e ponto. 2017>>>”