[CHARTS MUNDIAIS – 28° SEMANA DE 2017] Red Velvet, Mr. Children, Kinki Kids e mais!

Sim, galera. Estou criando AINDA.MAIS.UMA. coluna nova pro blog, e vocês podem apostar que ela provavelmente será abandonada daqui cinco posts como as icônicas Flashback e Enquete. Mas sei lá, vocês vivem pedindo pra eu voltar a falar de coisas ocidentais, então achei que fazer uma rodada checando os charts pelo mundo seria uma maneira fácil, rápida e informativa de fazer isso. Logo, fiquem aí com os primeiros lugares nos principais charts mundiais e naqueles que importam pros capopeiros e otakus que me leem: ORICON (pros singles físicos japoneses), RECOCHOKU (pros singles digitais japoneses) e GAON (pros singles coreanos, visto que caguei pra allkill/teto do melon/instiz/etc, rankings semanais ainda são mais coerentes, abraços). A intenção é compilar os dados semanalmente e postar todo domingo, dia que ultimamente tem andado morto agora que lançamentos não rolam segunda-feira à meia noite na Coreia. Logo, vamos começar! @_@

[ORICON – 24 DE JULHO] KINKI KIDS – THE RED LIGHT

Continuar lendo “[CHARTS MUNDIAIS – 28° SEMANA DE 2017] Red Velvet, Mr. Children, Kinki Kids e mais!”

MIXTAPE – MAIO’17

E finalmente chegou a hora da mixtape de maio acontecer. Mês passado foi relativamente inusitado, e consequentemente a playlist também está longe do habitual. Praticamente metade dela é japonesa, após a total ausência do Nihon mês passado; e a outra metade ou é solista ou boyband. Honestamente, rolou algum comeback de girlband em maio tirando o adeus de Xisuta, April e TRYING TO LET YOU KNOW XIGNÔL BONÉ SIGNAL BONÉ? Porque se teve eu nem lembro mais.

Continuar lendo “MIXTAPE – MAIO’17”

Com “Do It Again”, FEMM chacoalha seu som e entrega o clipe japa mais inventivo desde “Golden Touch” da Namie

FEMM cansou de lançar dance pop da década passada. Elas simplesmente estão fartas disso. Então, chegou a hora do #revamp pras duas manequins, que se juntaram a flopada da PC Music e rainha da aesthetic Liz (da icônica When I Rule The World, uma das músicas mais injustiçadas dos últimos anos, que de alguma maneira ainda não bateu 1kk de views) pra lançar uma daquelas faixas do revival 80s. E preparem-se: essa aqui talvez seja a melhor delas desde o Femm-Isation.

Continuar lendo “Com “Do It Again”, FEMM chacoalha seu som e entrega o clipe japa mais inventivo desde “Golden Touch” da Namie”

MIXTAPE – AGOSTO’16

Muitos de vocês obviamente nem acreditavam mais que isso iria acontecer, já outros provavelmente sequer lembram dos lançamentos de agosto, visto que setembro já acabou praticamente. Mas como o ASIANMIXTAPE tem mais determinação. que. T-ARA, eu não iria deixar vocês na mão e estou aqui para dividir com vocês algumas das minhas faixas favoritas lançadas em agosto. Confiram a playlist abaixo. @_@

2016-08a

Continuar lendo “MIXTAPE – AGOSTO’16”

CL debuta pela décima quinta vez nos EUA com a aguada “Lifted”.

Daí que em um desenvolvimento súbito e sem sentido, a YG resolveu comemorar os dez anos de debut do Big Bang dando para as VIPs o debut americano de CL como presente. Eu uso o termo “debutar” livremente, é claro. Afinal, a única pessoal a debutar mais que CL deve ser a Chaekyung da DSP, que já fez isso bem umas três vezes já. Mas a pergunta que não quer calar é: após errar tantas vezes, será que CL finalmente aprendeu com suas cagadas anteriores? Será que seu debut oficial americano presta? E se ele não prestar, será que ele pelo menos é ruim não significando ruim, mas ruim significando bom? Essas e outras questões vocês verão respondidas agora!!!1

Continuar lendo “CL debuta pela décima quinta vez nos EUA com a aguada “Lifted”.”

Uma pausa do capope: meus vinte centavos sobre o Eurovision Song Contest 2016 estão aqui.

Daí  que ontem rolou a final do 61° Eurovision, e já que meus comentários tímidos sobre o concurso musical mais toscovilhoso do mundo ano passado foram bem recebidos na mixtape de maio de 2015, resolvi expandi-los para um post completo, com minhas dez apresentações favoritas desse ano. Sem contar que isso definitivamente emputecerá capopeiros que estão enchendo o saco pra eu falar logo sobre o solo da Tiffany, então taí mais um motivo pra comentar o Eurovision 2016, não é mesmo?  Pra quem não viu, uma recap dos 26 atos na final:

Continuar lendo “Uma pausa do capope: meus vinte centavos sobre o Eurovision Song Contest 2016 estão aqui.”