TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2017 (PARTE 6: 25° – 11°)

E chegou a hora do corte final antes da revelação do top10 de 2017 de acordo com o Asian Mixtape. Essas são todas músicas incríveis e representativas do ano como um todo, mas que na minha opinião não foram tão marcantes e viciantes quanto as faixas presentes no top10, mesmo que por muito pouco. Sintam-se a vontade pra reclamar, mas claro, existem vários outros blogs por aí com suas próprias listas, talvez vocês se identifiquem mais com o top10 de outro lugar. Apenas saibam que todos vocês estão errados. :V Agora vamos lá.

Continuar lendo “TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2017 (PARTE 6: 25° – 11°)”

Anúncios

MIXTAPE – NOVEMBRO’17

E finalmente chegou a hora da última mixtape do ano, galera. Sim, eu estou tão chocado com a rapidez e efemeridade de 2017 quanto vocês. No geral eu posso dizer que 2017 foi um avanço comparado ao modorrento 2016, mesmo que o ano tenha sido um dos mais homogêneos em tendências e modinhas até hoje. E novembro não foi diferente, então sigam em frente para uma seleção com as dezoito faixas do mês passado que mais me animaram.

Continuar lendo “MIXTAPE – NOVEMBRO’17”

Arqueólogas do EXID encontram sexy concept abandonado em ruínas coreanas e abençoam o mundo com DDD.

Daí que EXID está de volta para seu segundo comeback do ano, apesar de problemas de line-up por conta de uma daquelas integrantes de Schrödinger que estão-mas-não-estão-no-grupo por problemas de saúde/carreira de atriz/plástica no nariz. E querem saber? Decisão correta. EXID aprendeu com os erros de gostosas passadas feito Crayon Pop, Girl’s Day e Wonder Girls, que demoraram tanto pra voltar que suas fanbases encolheram consideravelmente. No começo do ano tivemos Night Rather Than Day, que de tão agradável-mas-esquecível deveria ter sido lançada em 2016. Mas agora o grupo está de volta fazendo o que sabe fazer melhor com o farofão de piriguete DDD:

Continuar lendo “Arqueólogas do EXID encontram sexy concept abandonado em ruínas coreanas e abençoam o mundo com DDD.”

MIXTAPE – ABRIL’17

E chegou a hora da mixtape de abril, um mês que teve boas surpresas, mas que no geral não foi lá tudo isso não. Tivemos poucas farofas/pancadões esse mês, todo mundo foi bem chill nos lançamentos. E isso é algo estranho considerando que logo logo chega o verão, tanto que SISTAR já até anunciou comeback. Mas não, todo mundo foi beeeeem relaxante em sua maioria, com alguns pontos fora da curva aqui e ali, mas não muitos também. Pra quem gosta de solista entretanto, abril foi um prato cheio e a presença está forte na playlist (e isso que eu nem incluí lançamentos agradáveis-mas-esquecíveis™ feito os de BoA/Taeyeon), perdendo apenas pra (é claro) tropical house em onipresença.

Continuar lendo “MIXTAPE – ABRIL’17”

MIXTAPE ESPECIAL – FAROFA! (Vol. 1)

Daí que tem muito tempo que vocês vira e mexe me pedem pra preparar uma setlist de festa cheia de pancadões descontrolados e/ou farofas extremamente básicas e grudentas pra irem até o chão na pista ou pra arear umas panelas, ou ainda pra lacrar no congestionamento, dependendo de qual for seu estilo de vida (nem preciso mais dizer qual dessas opções é a minha, né?). E sabe-se lá por quê, mas eu resolvi responder ao pedido de longa data este fim de semana, com uma compilação de 30 farofas decentes lançadas na Ásia nos últimos anos, em quase duas horas de bops pra vocês faxinarem a casa sem dó. Com vocês, o primeiro volume de… FAROFA!

Continuar lendo “MIXTAPE ESPECIAL – FAROFA! (Vol. 1)”

Night Rather Than Day do EXID não impressiona, mas também não ofende. É, poisé.

Um monte de gente adora EXID e tal, mas eu honestamente nunca achei o grupo nada demais. Da discografia delas eu ligo de verdade mesmo só pra Every Night, ouvindo aqueles outros singles patenteados com a “Estrutura EXID de Singles™” em que Hyerin e Solji gritam o refrão aqui e ali, e olhe lá. Mas de resto? Caguei. Então ouvir o novo single delas não era uma prioridade minha, ainda mais depois de L.I.E ser esquecível (estou sendo bondoso aqui) e sabendo que o grupo está desfalcado porque uma das minas está doente ou sei lá o quê. Mas cá estou, diante de Night Rather Than Day, então vamos lá:

Continuar lendo “Night Rather Than Day do EXID não impressiona, mas também não ofende. É, poisé.”