TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2010 (FINAL: 10° – 01°)

Roly Poly em 2011 representando a modinha disco pelas bullies da nação T-ARA. Festa da Halle Berry em 2012 representando pelas b-sides esnobadas de Perfume. Expectation em 2013 representando as ex-nugus Girl’s Day que subiram de escalão ao apelar pro sexy concept. Play em 2014 representando Taiwan e a crítica social de Jolin Tsai. I Feel You em 2015 representando o retrô 80s e o ressurgimento das cinzas das Wonder Girls. Chegou a hora de revelar qual será o primeiro lugar de 2010, completando a década de 10 até aqui. Vejam se vocês acertaram o ganhador agora:

000b

Continuar lendo “TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2010 (FINAL: 10° – 01°)”

TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2010 (PARTE 4: 25° – 11°)

Após sofrer mais atrasos do que o MADE do Big Bang, finalmente estamos chegando na reta final do top70 de 2010. Quais faixas serão cortadas hoje? Quem serão os competidores óbvios que serão deixados para o top10? Preparem-se para descobrir essas respostas (e talvez passar raiva) a partir. de. agora.

004a

Continuar lendo “TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2010 (PARTE 4: 25° – 11°)”

Chaekyung vai debutar pela quinta vez, em sua sétima tentativa. Uma pena que é no April.

Chaekyung, a icônica e atemporal Emma Roberts coreana, parece que finalmente deixará seu posto como eterna trainee da DSP para trás e vai finalmente encontrar um grupo pra chamar de seu permanentemente: a morte horrível que é APRIL, um grupo pedobait péssimo que só funciona pela ironia e tem como única faixa boa Tinkerbell, por ser o único single com a bias Sawori twerking loucamente na bridge da música. E se você está ligeiramente decepcionado por Emma Roberts coreana ter sido enterrada pela DSP num grupo flopado que teve como ápice comercial um 77° lugar na GaOn e icônicas quatro mil cópias físicas vendidas, você não está sozinho: eu também estou achando uma merda. Tira-teima do grupo meia bomba:

sem-titulo-1

Não vou ficar perdendo meu tempo fazendo tabelinha de photoshop pra April né? Muito menos perdendo meu tempo decorando o nome das integrantes, que pelo ritmo frenético das coisas vão todas ter sumido até 2018. Mas ó, bastante frustrado com os desenvolvimentos. Porque se Somin já parecia totalmente deslocada dentro do grupo com seus 19 anos dançando entre menininhas de TREZE, o que a DSP acha que vai acontecer com Chaekyung, com quase 21, dançando entre as mesmas menininhas? Vai ficar com a mesma cara de cu de Somin, fazendo a Marina Joyce e mandando vários “help me” subliminares em meio ao aegyo horrível:

socrr

Continuar lendo “Chaekyung vai debutar pela quinta vez, em sua sétima tentativa. Uma pena que é no April.”

MIXTAPE ESPECIAL – DUBLÉ SIDEKICK

E chegou a hora de mais uma mixtape temática do ASIANMIXTAPE dedicada aos grandes nomes por trás do k-pop. Após apreciarmos os lados red e velvet de BRAVE BROTHERS com suas farofas e midtempos sensuais, após termos nossas mentes devastadas pelo retrô dramático de SWEETUNE e pela versatilidade de SHINSADONG TIGER, chegou a hora de dedicar uma mixtape aos freelancers rookies que desde 2012 vem dominando a cena capopeira e roubando vários contratos que outrora iriam automaticamente para o Brave Brothers, eles… DUBLÉ SIDEKICK.

Formado no começo de 2012 pelo compositor Chance (que desde 2010 vinha assinando várias b-sides sozinho) e pelo letrista Park Jang-geun, o selo “Dublé Sidekick” (ou ainda “Double Sidekick” e “Idanyeopchagi“) foi criado por Chance para assinar o quarto mini de MBLAQ, que havia sido oferecido para ele no fim de 2011. Desde então, o duo criou sua própria agência, a Dublé Kick Entertainment, e passou a incluir mais produtores escrevendo sob a alcunha “Dublé Sidekick”. Por conta disso, o som de Dublé Sidekick é bastante diverso, variando entre estilos bem mais do que a maioria dos compositores. Entretanto, desde o início de suas atividades em 2012, um conceito específico veio a se veicular ao grupo: como vocês verão a partir de agora, este é obviamente o verão concept que tantos amam/odeiam. Cliquem no play aí embaixo e sejam felizes! @_@

Continuar lendo “MIXTAPE ESPECIAL – DUBLÉ SIDEKICK”

TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2011 (FINAL: 10° – 01)

E finalmente chegou a hora de revelar quais foram as melhores músicas do melhor ano da década de 2010 pro pop asiático. Qual faixa foi alçada ao top10 após eu sabotar Mr Simple em retaliação a stans doidos de boybands? Será que o top2 será de fato Roly Poly e I Am The Best como todos vocês especularam, ou eu fui lá e enfiei um ato japonês desconhecido no pódio só de sacanagem? E se I Am The Best e Roly Poly de fato são o top2, qual delas venceu? Descubram a resposta pra essas e outras perguntas a. partir. de. agora!1!!12

PARTE 1 / PARTE 2 / PARTE 3 / PARTE 4

Continuar lendo “TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2011 (FINAL: 10° – 01)”

TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2011 (PARTE 1: 70° – 56°)

Chegou a hora, galera. Em nossa infindável jornada rumo ao passado do pop asiático, chegamos ao melhor. ano. dessa. década, 2011. O ano em que todos os atos populares e estabelecidos na Coreia hoje estavam on top of their games, entregando clássico após clássico. Parecia que toda semana saía uma música excelente (comparem com esse começo de 2016), e a verdade é que isso não era apenas impressão, mas sim a mais pura realidade. Infelizmente pro pessoal mais centrado em j-pop, a lista de 2011 está mais escassa em coisas nipônicas, mas vamos lá, relevem. 2011 foi o ano em que o k-pop atingiu seu ápice, então é claro que a lista estará lotada de seonbaenim saranghae juseyo, né? Agora chega de preliminares e vamos logo eliminar suas favoritas da lista. /o/

Continuar lendo “TOP70 MELHORES MÚSICAS DE 2011 (PARTE 1: 70° – 56°)”