MIXTAPE – JULHO’17

E aí que eu estou uma semana atrasado pra mixtape do mês passado, como sempre. Mas vocês podem parar de chorar suas pitangas, pois a mixtape de julho finalmente chegou. Eu pessoalmente achei o mês bastante irregular, mas definitivamente tivemos alguns grandes destaques pra fazer julho valer a pena. Alguns desses destaques e mais algumas faixas filler agradáveis vocês encontram aí embaixo.

Continuar lendo “MIXTAPE – JULHO’17”

Anúncios

Pacotão de Oppas (31/07): BTS, Snuper, Monsta X, KNK e mais uma porrada de manos comentados pra vocês!

E aí que julho finalmente está acabando, então é hora de checar o que todos os seus oppas lançaram nas últimas semanas, pra ver se pelo menos umas três faixas se salvam pra figurar na mixtape de julho ao lado das rainhas Lee Hyori, Utada e Ceroeja. Será que vai ter tropical house? Será que vai ter oppa maloqueiro fodão? Veremos, a começar pelo que é provavelmente o ato mais consistente dessa lista:

[SNUPER – THE STAR OF STARS]

Continuar lendo “Pacotão de Oppas (31/07): BTS, Snuper, Monsta X, KNK e mais uma porrada de manos comentados pra vocês!”

MIXTAPE – ABRIL’17

E chegou a hora da mixtape de abril, um mês que teve boas surpresas, mas que no geral não foi lá tudo isso não. Tivemos poucas farofas/pancadões esse mês, todo mundo foi bem chill nos lançamentos. E isso é algo estranho considerando que logo logo chega o verão, tanto que SISTAR já até anunciou comeback. Mas não, todo mundo foi beeeeem relaxante em sua maioria, com alguns pontos fora da curva aqui e ali, mas não muitos também. Pra quem gosta de solista entretanto, abril foi um prato cheio e a presença está forte na playlist (e isso que eu nem incluí lançamentos agradáveis-mas-esquecíveis™ feito os de BoA/Taeyeon), perdendo apenas pra (é claro) tropical house em onipresença.

Continuar lendo “MIXTAPE – ABRIL’17”

THIS LOVE!!1 Snuper continua a humilhar seus competidores do quinto escalão com “BACK:HUG”

SNUPER entrou no meu radar quando lançaram Platonic Love, uma reinvenção imaculada de Take On Me que Sweetune entregou pra eles no começo do ano passado. Era uma música ótima. E eles não decepcionaram com o follow up, It’s Raining, outro número oitentista ligeiramente brega e extremamente grudento. Era como se a dobradinha INFINITE+SWEETUNE nunca tivesse se desfeito e continuasse a lançar singles sólidos em intervalos regulares. E pra minha alegria pelo visto a ilusão ainda.não.acabou, já que cá estamos diante de ainda mais um single extremamente evocativo de uma das parcerias mais frutíferas do capope:

Continuar lendo “THIS LOVE!!1 Snuper continua a humilhar seus competidores do quinto escalão com “BACK:HUG””

Pacotão de Oppas (07/04): Winner, Highlight, B.A.P e mais uma caralhada de boybands comentadas pra vocês!!

Daí que mais um mês se passou, então chegou a hora de mais uma mixtape mensal do ASIANMIXTAPE… mas antes da mixtape, obrigatoriamente tem que rolar um pacotão de oppas em que eu filtro todos os comebacks de boybands do mês que passou, pra ver se umas duas ou três faixas se salvam e dão as caras na mixtape do mês, que assim não fica 100% feminina (só uns 95%). Senão me acusam de ser misândrico e alienador e mimimi e aí não dá, né? Então hora. do. sacrifício, vejamos o que se salvou do lado dos manos em março (e também nesses primeiros dias de abril):

[HIGHLIGHT – PLZ DON’T BE SAD]

Continuar lendo “Pacotão de Oppas (07/04): Winner, Highlight, B.A.P e mais uma caralhada de boybands comentadas pra vocês!!”

TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2016 (PARTE 6: 25° – 11°)

E chegou a hora do corte final antes da revelação do top10 de 2016 de acordo com o Asian Mixtape. Essas são todas músicas incríveis e representativas do ano como um todo, mas que na minha opinião não foram tão marcantes e viciantes quanto as faixas presentes no top10, mesmo que por muito pouco. Como sempre, isso se baseia somente na MINHA OPINIÃO, então não fiquem butthurt e, ao invés de reclamarem, façam suas próprias listas como o Dougie e o Dalla Corte e postem aí nos comentários pra apreciação geral da nação. Vamos lá.

Continuar lendo “TOP100 MELHORES MÚSICAS DE 2016 (PARTE 6: 25° – 11°)”